Covid-19: Organização Mundial de Saúde mantém apoio técnico e de material em Timor-Leste

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Díli, 14 abr 2020 (Lusa) - Mais de 350 profissionais de saúde receberam formação sobre covid-19, em 50 sessões para equipas da linha da frente, no âmbito do apoio dado a Timor-Leste pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A formação soma-se ao material médico, nomeadamente para fortalecimento da capacidade do Laboratório Nacional de Timor-Leste (LNTL), incluindo a oferta de mil 'kits' de teste à covid-19, de acordo com dados enviados à Lusa.

As equipas da OMS realizaram cinco sessões de formação a técnicos de laboratórios, forneceram duas unidades de trabalho para os testes PCR, deram apoio em recursos humanos do Laboratório Nacional de Timor-Leste e apoio financeiro e logístico no transporte de testes para Darwin, onde são verificados.

Desde o começo da crise, a OMS já ofereceu a Timor-Leste 16 mil luvas, cerca de cinco mil máscaras N95, quase 89 mil máscaras círurgicas, 890 batas e 400 óculos de proteção.

A organização deu formação a 350 funcionários do setor de saúde, incluindo médicos, enfermeiros, funcionários em pontos de entrada no país e equipas de emergência e reação rápida.

No que se refere a rastreio e controlo de contactos, foi criado um centro específico com 35 médicos formados neste processo, tendo sido desenvolvido uma plataforma online, que disponibiliza informação em tempo real para os profissionais de saúde.

A OMS ajudou igualmente na melhoria das condições do local de isolamento já definido, o Centro de Saúde de Vera Cruz, em Díli, onde estão atualmente os três pacientes infetados e de onde já saiu, depois de ter alta, o primeiro caso confirmado no país.

Trinta locais foram identificados em todo o país para ser usado para a quarentena de pessoas, a maior parte dos quais timorenses que regressaram ao país.

Foi ainda desenvolvido, em conjunto com o Ministério da Saúde, um plano de ação, organizados vários encontros de coordenação, dado apoio para a criação do Centro de Emergência e fornecida documentação guia para resposta à covid-19.

Em curso a OMS tem várias ações de disseminação de informação, quer através de relatórios de situação regulares quer em sessões informativas a nível comunitário ou junto de organizações no país, quer através dos media tradicionais e das redes sociais.

Timor-Leste registou, até ao momento, seis casos da doença respiratória covid-19, incluindo um já recuperado.

A pandemia da covid-19 já causou mais de 118 mil mortos e infetou quase 1,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, sendo os Estados Unidos o país que regista o maior número de mortes (23.529) e de infetados (mais de 570 mil). 

ASP // EJ

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Governo convoca embaixador russo para esclarecer morte de Navalny

O Serviço Europeu para a Ação Externa (SEAE) convocou esta terça-feira o encarregado de negócios russo junto da União Europeia (UE), a quem transmitiu "a indignação" pela morte do opositor russo Alexei Navalny, pela qual responsabilizou o Presidente Vladimir Putin.

Depois de Navalny, Lednik. Morreu na prisão opositor do Presidente Lukashenko

A morte do opositor bielorrusso Igar Lednik foi confirmada esta terça-feira através do Telegram, pela Viasna, uma organização de defesa dos direitos humanos.

Ex-membro da máfia de Nova Iorque escreve livro dirigido a empresários

Lisboa, 06 mai (Lusa) -- Louis Ferrante, ex-membro do clã Gambino de Nova Iorque, disse à Lusa que o sistema bancário é violento e que escreveu um livro para "aconselhar" os empresários a "aprenderem com a máfia" a fazerem negócios mais eficazes.