Info

Uma centena de ocorrências no distrito de Santarém, na maioria queda de árvores

| País
Porto Canal com Lusa

Santarém, 11 dez (Lusa) -- A Proteção Civil registou uma centena de ocorrências, a maior parte queda de árvores, no distrito de Santarém durante a noite de domingo e madrugada de hoje.

O comandante distrital de Operações de Socorro de Santarém, Mário Silvestre, disse à Lusa que o pico das ocorrências no distrito se registou entre as 23:00 e as 24:00 de domingo, tendo sido envolvidos 150 operacionais e 57 meios, entre bombeiros e forças de segurança.

Além das quedas de árvores, a maioria para vias de circulação, que já foram desimpedidas durante a madrugada de hoje, ocorreram algumas inundações e "dois ou três acidentes" rodoviários, todos sem vítimas nem danos maiores, afirmou Mário Silvestre.

Devido à passagem da tempestade Ana pelo território continental, o distrito de Santarém esteve sob alerta laranja entre as 17:00 de domingo e as 07:00 de hoje.

No país registaram-se mais de 1.100 ocorrências relacionadas com a tempestade Ana, a maior parte (789) quedas de árvores, mas também inundações e quedas de estruturas.

A queda de uma árvore provocou uma vítima mortal, uma mulher de 45 anos, em Marco de Canavezes.

Paulo Santos, oficial de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil, disse à Lusa que os distritos mais afetados eram, até às 00:00 de hoje, os do Porto, Braga, Aveiro, Viseu, Viana do Castelo, Coimbra, Leiria, Vila Real e Lisboa.

MLL (JRS/FP) // SB

Lusa/fim

+ notícias: País

Mais 927 casos de Covid-19 e mais três mortes nas últimas 24h em Portugal

Portugal regista hoje mais 927 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, três mortes associadas à covid-19 e nova descida nos internamentos em enfermaria e nos cuidados intensivos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fenprof e FNE convocam greve nacional de professores para 05 de novembro

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram hoje que vão convocar uma greve nacional de professores para o dia 05 de novembro, uma semana antes da greve nacional da função pública.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.