Info

Tempestade Ana já passou o continente, vento e chuva forte diminuíram - IPMA

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 dez (Lusa) -- A tempestade Ana já deixou o território de Portugal continental, registando-se uma diminuição do vento e da chuva forte, disse à Lusa a meteorologista Paula Leitão.

"A depressão a que se deu o nome de Ana já se encontra sob França e a frente fria que lhe estava associada já passou todo o território do continente. A situação de chuva forte e vento forte que se registou no dia de ontem [domingo] já está ultrapassada", adiantou a especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Paula Leitão, Portugal continental está agora sob a influência de uma massa de ar frio.

"A temperatura já está a descer. Às 06:30 já se registavam -1 graus Celsius nas Penhas Douradas e perto de 0 graus na região de Trás-os-Montes. O céu já está com algumas abertas e ainda há aguaceiros, que serão de neve acima dos 800 metros de altitude", disse.

Segundo a meteorologista, os aguaceiros deverão diminuir de intensidade e frequência, prevendo-se para o final da tarde céu pouco nublado ou limpo.

DD // SB

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais 677 infeções, cinco mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 677 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, cinco mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

Estudo revela que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19

Um estudo realizado durante um ano, por um grupo de investigadores do Instituto de Investigação do Medicamento, da Faculdade de Fármacia da Universidade de Lisboa, revelou que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19.

Marta Temido: "Há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19"

A Ministra da Saúde, Marta Temido, avisa que "há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19" e alerta que "a máscara não é para deitar fora".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.