Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Projecto de 36,7ME para levar metro à Trofa através da Maia

| Norte
Porto Canal

A Linha Verde do metro do Porto estender-se-á até ao concelho da Trofa, com a criação de duas estações, incluindo uma na Maia, num projeto de cerca de 36,7 milhões de euros, indicou hoje a câmara da Trofa.

Em causa está a extensão da Linha C, que atualmente faz a ligação entre Campanhã, no Porto, e o Instituto Superior da Maia (ISMAI), até à Trofa através da criação da estação de Ribela (na Maia) e a reativação da do Muro, na Trofa.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da câmara da Trofa, Sérgio Humberto, explicou que foi assinado na semana passada um "memorando de trabalho" juntando quatro entidades - municípios da Maia e da Trofa, bem como Comissão de Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e a empresa Metro do Porto - tendo sido este homologada pela Secretaria de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações e pela Secretaria de Estado do Tesouro e Finanças.

Sem querer estimar prazos nem datas para obras, o autarca da Trofa explicou que a base deste memorando é a de que os dois municípios se comprometem a "abdicar de uma verba de possíveis fundos europeus para que tudo reverta para este projeto", referindo que a empreitada será objeto de candidatura no âmbito do Portugal 2020.

A obra envolve cerca de 36,7 milhões de euros e a via será dupla com aproveitamento de um antigo canal ferroviário.

O projeto contempla ainda a requalificação da estação do Muro e os edifícios existentes serão alvo de uma recuperação e usados para zonas de espera, instalações sanitárias e áreas técnicas e de apoio à exploração.

"Não adianta procurar culpados mas o metro era um assunto que já não estava na gaveta, estava no caixão. Reativámos isto e interessa é olhar para o futuro. É algo demasiado importante para repor a justiça porque foi retirado um transporte público [comboio] com a promessa da vinda do metro", afirmou Sérgio Humberto.

Congratulando-se com este projeto, o autarca apontou no entanto que o seu executivo "vai continuar a reivindicar pela vinda do metro até ao centro da cidade da Trofa".

Recorde-se que a 24 de fevereiro de 2002, a circulação ferroviária nas linhas da CP da Póvoa de Varzim e da Trofa foram encerradas para dar início às obras de construção do canal do metro, disponibilizando-se um serviço de transportes alternativos em autocarro aos clientes.

Mas a população da Trofa continuou sem metro, enquanto a ligação à Póvoa foi inaugurada a 18 de março de 2006.

Em dezembro de 2009 foi lançado o concurso público internacional para a linha da Trofa que acabou por ser suspenso em setembro de 2010.

A agência Lusa contactou a câmara da Maia a fim de obter uma reação sobre esta empreitada mas até ao momento não foi possível.

+ notícias: Norte

Utentes sem comer é apenas uma das denúncias de lar ilegal a funcionar em Rio Tinto

Utentes sem jantar e medicados sem prescrição médica, são algumas das denúncias que chegaram ao Porto Canal sobre o lar de Rio Tinto. Uma testemunha garante ter presenciado várias ilegalidades na instituiçao, que recebeu ordem de encerramento da Segurança Social há três anos, mas que ainda hoje continua aberta.

Anomalias no Edifício Transparente no Porto podem pôr pessoas em risco

O Edifício Transparente (ET), situado junto à praia Internacional do Porto, apresenta anomalias que "envolvem um risco que pode provocar danos contra a saúde e a segurança das pessoas", conclui o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

Patrulheiros de Albergaria-a-Velha vigiam floresta e ajudam peregrinos

Chama-se “Patrulheiros” e é um projeto que coloca jovens a vigiar a floresta e apoiar os peregrinos que passam por Albergaria-a-Velha. É um projeto piloto que iniciou no munícipio, mas deverá expandir-se por todo o país já em janeiro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS