Info

Portugal e Espanha reclamam fim do "isolamento" energético

| Política
Fonte: Agência Lusa

Chaves, 04 jun (Lusa) - O primeiro-ministro português afirmou hoje que Portugal e Espanha estão a trabalhar num documento conjunto para submeter ao Conselho Europeu reclamando um reforço das interligações energéticas que ponha fim ao "isolamento" ibérico.

"Estamos a trabalhar num documento conjunto, que poderá envolver outros parceiros europeus, e que deverá ser submetido ao próximo Conselho Europeu de junho, e que reclama o reforço das interligações energéticas na Europa, pondo fim a este estado de isolamento em que países como Portugal e Espanha se encontram", afirmou Pedro Passos Coelho, na conferência de imprensa final da XXVII Cimeira Luso-Espanhola, em Vidago, Chaves.

O chefe do executivo PSD/CDS-PP referiu que os governos português e espanhol "têm ativamente defendido como elemento essencial o desenvolvimento das interligações de eletricidade e de gás entre Portugal, Espanha e o resto da Europa, de forma tanto a baixar custos, e a reduzir a emissão de agentes poluentes, quanto a aumentar a segurança no abastecimento energético à Europa" nas reuniões do Conselho Europeu e nos conselhos de ministros da União Europeia.

Segundo o chefe do executivo PSD/CDS-PP, "Portugal e Espanha têm capacidade instalada que é excedentária na produção elétrica com base em renováveis e oferecem também excelentes condições naturais e de infraestruturas para armazenar gás" e "faltam agora condições para exportar tanto gás como eletricidade para o resto da Europa".

"Isto é ainda mais importante quando, neste momento, muitos dos nossos parceiros pretendem reduzir a sua excessiva dependência energética face à Rússia", considerou.

Passos Coelho disse ter discutido "em detalhe" com o chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, "a estratégia comum que Portugal e Espanha têm vindo a adotar na defesa de um verdadeiro mercado europeu de energia".

"Não pode haver uma união justa e competitiva enquanto mercado único permanecer incompleto. E não haverá um verdadeiro mercado único sem uma integração dos mercados de energia na Europa", defendeu.

Um dos pontos da declaração conjunta final desta cimeira ibérica é o compromisso assumido pelos governos de Portugal e de Espanha de iniciar, "nos próximos meses", os trabalhos para a criação de um Mercado Ibérico do Gás.

IEL // PGF

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Marcelo Rebelo de Sousa não responde a Moreira e Medina mas adverte que quem quer a Regionalização não deve precipitar-se

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, advertiu esta quinta-feira que quem quer a regionalização do país não deve precipitar-se, considerando que "é preciso não cometer erros de percurso".

Rui Moreira defende que o país deve avançar com o processo de Regionalização o quanto antes

Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, defendeu esta terça-feira que o país deve avançar para um processo de Regionalização o quanto antes. O presidente da Câmara Municipal do Porto rejeita a necessidade de um referendo ao contrário do que defende o Presidente da República.

Fernando Medina defende que a Regionalização é o processo mais benéfico para o país

Fernando Medina defende que a Regionalização é o processo que mais beneficiava o país. Até lá quer o reforço de competências das áreas metropolitanas e uma descentralização à medida de cada município.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.