Info

Catarina Martins diz que desconvocação da greve é "passo importante"

| Política
Porto Canal com Lusa

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, disse que a desconvocação da greve dos motoristas, anunciada este sábado, é "um passo importante", esperando que a entidade patronal cumpra um eventual acordo.

Atualizado 08-09-2019 11:42

"É um passo importante, porque é um passo negocial e isso é muito importante", afirmou aos jornalistas, quando participava num piquenique organizado por um grupo de pedreiros de Penafiel, no distrito do Porto.

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou hoje a desconvocação da greve ao trabalho extraordinário, fins de semana e feriados que se deveria prolongar até dia 22 de setembro.

O presidente do SNMMP, Francisco São Bento, revelou existir um "acordo de princípio" com a Antram que permitiu a desconvocação da greve, cujo início esteve previsto para as 00:00 de hoje.

Catarina Martins acentuou hoje que espera que um eventual acordo entre as partes seja cumprido pelos patrões, porque, referiu, "este conflito deve-se em muito ao facto de as entidades patronais não terem cumprido o primeiro acordo coletivo que foi feito".

Disse também desejar que deste anúncio "saia um acordo coletivo de trabalho que regule as horas, tanto para bem dos trabalhadores, como para a segurança de todos, que respeite a sua remuneração e os seus descontos para a segurança social".

"Esperamos que este seja para cumprir e que o Governo seja exigente no cumprimento do acordo coletivo que for alcançado", reforçou a dirigente.

+ notícias: Política

Secretária de Estado da Valorização do Interior desvaloriza eventuais mudanças da descentralização de secretarias

A descentralização de secretarias de Estado anunciada pelo próprio Governo parece continuar a ser assunto tabu. Desta feita foi a secretária de Estado da Valorização do Interior que relativizou o assunto.

Conselho de Ministros aprova quinta-feira salário mínimo de 635 euros em 2020

O primeiro-ministro anunciou hoje que o Conselho de Ministros, na quinta-feira, vai aprovar o valor de 635 euros para o salário mínimo em 2020, considerando que representa um aumento adequado à situação económica e social do país.

Partidos consensualizam um minuto e meio para Chega, IL e Livre no debate com PM

Todos os partidos com assento parlamentar consensualizaram hoje intervenções de um minuto e meio para os deputados únicos de Chega, Iniciativa Liberal e Livre no debate quinzenal com o primeiro-ministro de quarta-feira.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Este mundo espantoso, inquieto e...

D'Mais

Hora do chá - o que é o...