Info

Moncho López: "Gostamos muito da configuração do plantel"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

A época 2019/20 arrancou esta segunda-feira para a equipa de basquetebol do FC Porto, que já trabalha no Dragão Arena. O treinador Moncho López garante estar satisfeito com a equipa construída pelos azuis e brancos, enaltecendo a versatilidade dos reforços Max Landis, Preston Purifoy e Tanner McGrew. Noah Starkey também é uma cara nova, mas o poste norte-americano vai começar por competir na equipa B portista. O capitão Miguel Queiroz, por sua vez, garante que o grupo vai trabalhar muito para conquistar títulos. No dia 29 de setembro (15h00), em Vila Real, o FC Porto, vencedor da Taça de Portugal, defronta a campeã nacional Oliveirense na Supertaça.

Atualizado 20-08-2019 11:27

Moncho López
“O espírito está ótimo. Estamos muito felizes com a equipa que fizemos e gostamos muito da configuração do plantel. Não tivemos muitas mudanças, sobretudo se compararmos com alguns dos nossos principais rivais. Os atletas da equipa B que se vão fixar em definitivo na equipa principal também nos dão mais qualidade.”

“Temos um lote de portugueses muito equilibrado e com muita juventude, não contando com o Pedro Pinto, o João Soares e o Miguel Queiroz, que são atletas mais experientes. Dada a juventude do plantel, procurámos trazer jogadores versáteis, que conseguissem jogar em mais do que uma posição. É natural que alguns jovens tenham quebras de rendimento, por isso é importante ter muita versatilidade no plantel.”

“A presença de um jogador estrangeiro na equipa B, como o Noah Starkey, é motivada pela evolução normal da modalidade. Muitos clubes fazem isso e têm atletas de várias nacionalidades nas equipas B. Vimos no Noah Starkey um jogador invulgar para a realidade do basquetebol português.”

“Como todas as épocas, independentemente de todas as mudanças, o objetivo do FC Porto é vencer todas as provas nacionais. Os objetivos vão chegando temporalmente, cada um no seu momento, mas queremos vencer todas as competições em que vamos participar.”

Miguel Queiroz
“É bom estar de volta e estamos entusiasmados por ter um troféu para ganhar já no final de setembro (Supertaça, frente à Oliveirense). O nosso objetivo é sempre ganhar títulos e vencer todas as provas em que participamos. Vamos trabalhar muito para conseguir esses títulos.”

“Vou fazer a minha parte para que a integração dos novos reforços seja o mais rápida possível, mas acredito que não será problema pois todos eles são pessoas cinco estrelas. Acredito que nos vão ajudar muito e tenho a certeza que vão ser uma grande ajuda para concretizarmos os nossos objetivos.”

“A energia que os jogadores mais jovens trazem é muito importante para o grupo. Vão ser sempre peças fundamentais nos nossos treinos e nos nossos jogos. Temos de trabalhar bem todos juntos para conseguirmos conquistar troféus. Aqui só se pensa nisso, em vitórias e títulos.”

“Temos que trabalhar muito e melhor do que temos feito, pois nas últimas épocas não conseguimos o nosso objetivo principal, que é o campeonato. Reconhecer o mérito dos outros é o primeiro passo para sermos melhores. Agora resta-nos trabalhar melhor para voltarmos a estar lá em cima. Este clube tem de estar sempre lá em cima, a conquistar títulos e a levantar troféus.”

 

+ notícias: FC Porto

Amaro Antunes garante top-10 no Algarve

A W52-FC Porto conseguiu colocar um ciclista nos dez melhores da Volta ao Algarve. Amaro Antunes, de regresso à equipa azul e branca após dois anos na CCC, concluiu a prova inaugural da época 2020 no 10.º lugar da classificação geral individual, a 1 minuto e 57 segundos do vencedor. Esta tarde teve lugar a quinta - e última - etapa da Algarvia, com partida e chegada em Lagoa. Os 20,3 quilómetros de contrarrelógio individual foram de consagração para Remco Evenpoel (Deceuninck-Quick-Step) que, já de amarelo, bateu o bicampeão mundial de CRI e juntou a conquista da tirada à 46.ª edição da Volta ao Algarve em bicicleta.

Alex Telles é o lateral com mais golos na história do clube

Depois de marcar frente ao Portimonense, Alex Telles tornou-se o lateral do Futebol Clube do Porto com mais golos na história do clube, com 21 golos em 180 jogos. Assim, o número 13 do FC Porto superou João Pinto que tinha 20 golos convertidos e Danilo Luíz que contabilizava 13 golos marcados.

"Os jogos com casa cheia são sempre mais especiais"

Semana de grandes emoções no Dragão Arena. Esta quarta-feira (21h00), o FC Porto Sofarma recebe o Benfica, na 24.ª jornada do campeonato nacional de andebol. Os Dragões têm três pontos e um jogo de atraso para o líder Sporting e, portanto, só uma vitória no clássico serve os objetivos azuis e brancos. Miguel Alves, a regressar após quase 5 meses de lesão, espera um adversário ferido no orgulho após sofrer uma pesada derrota (23-33) na primeira volta: “sabemos que eles vêm com um sentimento de vingança”. O ponta-direita, de 23 anos, apela “a todos os adeptos que venham apoiar a equipa” porque “os jogos com casa cheia são sempre mais especiais e com mais adrenalina”.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.