Info

António Costa destaca papel "fundamental" da ferrovia para a internacionalização da economia

| Norte
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, sublinhou hoje, em Viana do Castelo, a aposta do Governo na ferrovia, defendendo que se trata de um elemento "fundamental" para a internacionalização da economia.

Atualizado 16-07-2019 12:01

Falando na inauguração da eletrificação do troço da Linha do Minho entre Nine e Viana do Castelo, António Costa acrescentou que Portugal tem de acompanhar o "grande investimento" que está a ser feito para criar "grandes redes transnacionais que liguem toda a Europa por via ferroviária".

"Não podemos estar fora desse esforço, temos de estar nesse esforço", afirmou.

O primeiro-ministro destacou que o investimento na Ferrovia 2020, com mais de 2 mil milhões de euros mobilizados, "é um dos grandes objetivos que o país tem de ser capaz de concretizar".

Nesse programa, destacou três eixos que rotulou "da maior importância": a ligação do porto de Sines a Espanha, a ligação do porto de Aveiro a Vilar Formoso e a ligação do Porto à Galiza.

"Passo a passo, estação a estação, vamos fazendo o que temos de fazer", acentuou, defendendo a importância da ferrovia como um elemento fundamental para a internacionalização da economia.

"Durante anos, tivemos de partir para longe para encontrar as oportunidades que o nosso território não era suficiente para assegurar. Hoje, com a integração europeia, temos obrigação de constituir e de fazer parte de um grande mercado ibérico", referiu.

A eletrificação do troço Nine-Viana do Castelo custou 16 milhões de euros, estando em curso a empreitada de eletrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença, que estará concluída no segundo semestre de 2020.

De manhã, o primeiro-ministro esteve presente na cerimónia que assinalou a entrada em funcionamento de um novo troço de 14 quilómetros, da Linha do Douro, entre as estações de Caíde de Rei e Marco de Canaveses, um investimento de 10,5 milhões de euros.

"Hoje é um dia particularmente feliz para Portugal", disse.

+ notícias: Norte

PSP de São Mamede de Infesta tem posto encerrado durante a noite devido a falta de pessoal

O posto da Polícia de Segurança Pública (PSP) de São Mamede de Infesta, em Matosinhos, está encerrado durante a noite, à semelhança do que acontece na Maia, Valongo e Ermesinde. A razão também é a mesma, falta de pessoal efectivo.

Dois mortos em alegado caso de homicídio seguido de suicídio em Famalicão

Duas pessoas morreram este domingo em Famalicão, distrito de Braga, num caso que leva as autoridades a suspeitar do homicídio de uma mulher seguido de suicídio do marido, disseram à Lusa fontes da Proteção Civil.

Mais de 10 horas depois, incêndio em Vila Real está em fase de resolução

O incêndio rural em Perafita, Vila Verde, distrito de Vila Real, está em fase de resolução, mantendo-se no local 150 bombeiros e 49 veículos, segundo informação disponível às 07h30 na página da Proteção Civil.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.