Info

FC Porto cede nos penáltis e Sporting revalida a Taça da Liga

| FC Porto
Porto Canal com Lusa

O Sporting conquistou este sábado pela segunda vez na sua história a Taça da Liga em futebol, ao bater o FC Porto por 3-1, nas grandes penalidades, após 1-1 nos 90 minutos, na final da 12.ª edição, em Braga.

Atualizado 28-01-2019 15:25

No tempo regulamentar, os 'dragões' marcaram primeiro, aos 79 minutos, pelo suplente brasileiro Fernando Andrade, mas, aos 90+2, o holandês Bas Dost restabeleceu a igualdade, de grande penalidade, após falta na área de Oliver sobre Diaby.

Os 'leões', que revalidaram o título conquistado em 2017/18, somaram o quarto triunfo consecutivo na 'final four' da prova nos penáltis, depois das vitórias face a FC Porto (meias-finais) e Vitória de Setúbal (final), na época passada, e frente ao Sporting de Braga (meias-finais), na quarta-feira.

Por seu lado, o FC Porto continua a zero na Taça da Liga, tendo perdido a terceira final disputada, depois de já ter caído face ao Benfica (2009/10) e ao Sporting de Braga (2012/13).

+ notícias: FC Porto

Samuel Caldeira foi o melhor portista na terceira etapa da Volta à Turquia

Samuel Caldeira foi o melhor ciclista da W52-FC Porto na 3.ª etapa da Volta à Turquia, realizada esta quinta-feira, entre Çanakkale e Edremit, terminando na 19.ª posição. O algarvio cumpriu os 122,6 quilómetros em 2h50m12s, o mesmo tempo que o vencedor da etapa, Fabio Jakobsen (Deceuninck – Quick-Step), numa chegada ao sprint.

"Vamos entrar com tudo para o resto da segunda fase"

Depois de vencer o Benfica fora de portas (79-84), na 5.ª jornada da 2ª fase da Liga Portuguesa de Basquetebol, o FC Porto enfrenta nova deslocação, desta vez aos Açores, para defrontar o Lusitânia.

Herrera: "Acho que foi um resultado injusto, não merecíamos perder em casa desta maneira"

"Sofremos bastante nas transições, deixamos muitos espaços e fomos mais desorganizados, o que é normal porque estávamos a tentar recuperar de um resultado praticamente impossível e tentar deixar uma boa imagem. A verdade é que a nível pessoal termino tranquilo, estou muito orgulhoso em pertencer a esta equipa e a esta instituição e agora é pensar no campeonato e na final da taça que aí vem. Acho que foi um resultado injusto, não merecíamos perder em casa desta maneira, mas foi assim e agora não há nada a fazer. Fizemos um jogo impressionante, muito agressivo. Penso que se tivéssemos marcado um golo antes deles o jogo tinha tido outro rumo. Se entrarmos assim com esta mentalidade no campeonato estou convencido de que vamos ser felizes no final. Os adeptos têm sido incríveis, o apoio que nos dão em cada jogo é espetacular e nós temos de absorver esta energia positiva que eles nos dão e ser mais fortes".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.