Info

Rui Rio considera autárquicas "importantíssimas" para implantação do PSD no terreno

| Política
Porto Canal com Lusa

Maia, Porto, 12 set (Lusa) -- O presidente do PSD disse hoje que as próximas eleições autárquicas são "importantíssimas" para a "real implantação estrutural do partido" no terreno, lembrando que desde 2005 o PSD tem "vindo a cair" nestas eleições.

No encerramento da apresentação do Conselho Estratégico Nacional (CEN), durante o qual chegou a ser anunciada a sua ausência devido a uma questão pessoal, Rui Rio considerou que o PSD tem, a partir de agora, de estar "ativo concelho a concelho" no que concerne à atividade autárquica, particularmente onde é oposição.

"Passou-se um ano desde as últimas eleições autárquicas, portanto, faltam três anos para as próximas, não é grave que durante o primeiro ano as coisas não tenham grande dinâmica, mas já é grave se, a partir de agora, o partido não estiver ativo concelho a concelho", frisou.

Neste sentido, Rui Rio pediu às distritais e às concelhias para traçarem uma "estratégia de acompanhamento" da atividade municipal porque o PSD "tem vindo sempre a cair" nas autárquicas desde 2005 até 2017.

As eleições autárquicas são a "verdadeira implantação do partido no terreno", frisou o ex-autarca da Câmara Municipal do Porto, e ressalvou que se um partido estiver "fortemente implantado" nas câmaras e juntas de freguesia está "onde é mais importante" estar.

Por isso, o líder do PSD vincou que "tudo aquilo que o partido foi perdendo", ao longo destes anos, vai ter agora de o recuperar.

Rio afirmou "não saber" se vai estar na liderança do partido aquando das próximas autárquicas, mas adiantou que se estiver não vai "fazer demagogia", nem andar com "conversas fiadas" porque a vitória tem de se construir fazendo, por exemplo, oposição, salientou.

Na sua opinião, o acompanhamento da atividade municipal é o que permite ao PSD ter "a aspiração" de chegar a 2021 com mais câmaras do que as que atualmente tem.

"Se continuarmos a fazer como fizemos muitas vezes, de não ligarmos às coisas, será muito difícil", disse.

Além das eleições autárquicas, Rui Rio mostrou ainda a ambição de conquistar as europeias e legislativas.

SYF // EJ

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Sondagem: Luís Montenegro à frente de Rui Rio para primeiro ministro

Luís Montenegro à frente de Rui Rio com 25% contra 24,1% na resposta à pergunta: "Quem prefere para líder do PPD/PSD e candidato a primeiro ministro?", de acorco com Eurosondagem para o Porto Canal

Rui Rio garante que "acabou a pouca vergonha de andar a pagar cotas por atacado a outras pessoas"

Em campanha para as eleições internas do PSD, Rui Rio garante que desta vez não haverá ninguém a pagar cotas por atraso de outros militantes, respondendo assim às acusações da campanha de Montenegro sobre falhas e irregularidades no processo de atualização de dados de militantes do partido. Rui Rio analisou ainda a discussão entre Costa e Centeno no eurogrupo e mostrou estar do lado do primeiro ministro.

Sondagem: Militantes do PSD escolhem Luís Montenegro

À questão "Quem prefere para líder do PPD/PSD e candidato a primeiro ministro?", os inquiridos, que responderam na sondagem que votariam no PSD, escolhem Luís Montenegro com 27,4% seguido de Rui Rio com 24,2%. São os dados da Eurosondagem para o Porto Canal

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.