Info

Desconvocada greve dos trabalhadores que fazem manutenção dos Alfa Pendular

Desconvocada greve dos trabalhadores que fazem manutenção dos Alfa Pendular
| Economia
Porto Canal com Lusa

A greve dos trabalhadores da Unidade de Manutenção de Alta Velocidade (UMAV) da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) ao trabalho extraordinário, que começava este sábado, foi desconvocada após o anúncio de recrutamento de nove eletromecânicos.

O Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários (SINFB) anunciou hoje que recebeu da parte da EMEF a confirmação de que se encontra em curso um processo de recrutamento externo, onde se incluem nove eletromecânicos para a UMAV.

“Entendemos que, embora não seja o número ideal de trabalhadores face aos que são necessários, é um princípio de entendimento sobre o assunto, como tal, e após consulta dos trabalhadores, levantamos o pré-aviso de greve, a partir da presente data, esperando manter o diálogo sobre as necessidades da UMAV”, disse, em comunicado, o SINFB.

A greve tinha sido convocada em protesto contra a falta de admissões para a oficina dos comboios Alfa Pendular.

O Ministério do Planeamento anunciou recentemente o reforço do setor da manutenção do material circulante, com o recrutamento de mais 102 trabalhadores para a EMEF.

+ notícias: Economia

Elisa Ferreira garante que proposta europeia de redução de apoios a Portugal não vai avançar

Depois da Comissão Europeia ter proposto reduzir os apoios a Portugal em cerca de 7%, a presidência finlandesa foi mais drástica e pediu a redução de 10% dos apoios. Em declarações ao Porto canal, a comissária europeia foi ainda cautelosa sobre o próximo quadro comunitário e sobretudo sobre as verbas que vão estar destinadas a Portugal.

Governo foi "até onde podia ir" nos aumentos salariais na Função Pública

O secretário de Estado da Administração Pública, José Couto, garantiu hoje que o Governo "foi até onde podia ir" em matéria de atualização dos salários com a proposta de 0,3% e destacou o esforço do executivo de "regressar à normalidade".

Dormidas de turistas crescem 2,1% em outubro suportadas pelo alojamento local

As dormidas em alojamento turístico desaceleraram em outubro, aumentando 2,1% face ao mês homólogo de 2018 e impulsionadas pelo alojamento local, que subiu 11,3%, já que a hotelaria cresceu 0,7%, divulgou hoje o INE.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Atitudo - Artes Marciais &...

Nota Alta

"A cidade do Porto está com um...