Info

Desconvocada greve dos trabalhadores que fazem manutenção dos Alfa Pendular

Desconvocada greve dos trabalhadores que fazem manutenção dos Alfa Pendular
| Economia
Porto Canal com Lusa

A greve dos trabalhadores da Unidade de Manutenção de Alta Velocidade (UMAV) da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) ao trabalho extraordinário, que começava este sábado, foi desconvocada após o anúncio de recrutamento de nove eletromecânicos.

O Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários (SINFB) anunciou hoje que recebeu da parte da EMEF a confirmação de que se encontra em curso um processo de recrutamento externo, onde se incluem nove eletromecânicos para a UMAV.

“Entendemos que, embora não seja o número ideal de trabalhadores face aos que são necessários, é um princípio de entendimento sobre o assunto, como tal, e após consulta dos trabalhadores, levantamos o pré-aviso de greve, a partir da presente data, esperando manter o diálogo sobre as necessidades da UMAV”, disse, em comunicado, o SINFB.

A greve tinha sido convocada em protesto contra a falta de admissões para a oficina dos comboios Alfa Pendular.

O Ministério do Planeamento anunciou recentemente o reforço do setor da manutenção do material circulante, com o recrutamento de mais 102 trabalhadores para a EMEF.

+ notícias: Economia

Governo diz que distribuição de combustível deverá ultrapassar serviços mínimos

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, garantiu hoje que a situação de distribuição de combustível está "na normalidade", devendo os serviços mínimos ser ultrapassados hoje, quarto dia de cumprimento da greve dos motoristas de matérias perigosas.

Antram defende que incumprir serviços mínimos e requisição civil prejudica a economia

O porta-voz da associação das empresas de transportes de mercadorias (Antram) considerou que o apelo esta quarta-feira lançado pelo sindicato dos motoristas de matérias perigosas para que ninguém trabalhe vai prejudicar gravemente a economia.

Greve dos motoristas está a causar prejuízos de dezenas de milhares de euros por dia para empresas

O presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Francisco São Bento, disse esta terça-feira que as empresas de transporte de combustíveis estão a ter prejuízo de dezenas de milhares de euros por cada dia de greve.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.