Jornal Diário Jornal das 13

Magnus Andersson: "Queremos divertir-nos, mas temos de trabalhar duro"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

A equipa de andebol do FC Porto versão 2018/19 já trabalha no Dragão Caixa, palco do primeiro treino da época que aí vem.

O sueco Magnus Andersson, que no passado mês de abril assumiu o comando técnico dos azuis e brancos, reconheceu que há “um trabalho muito duro pela frente”, mas manifestou confiança na qualidade do grupo que comanda. O objetivo, garantiu, “é ganhar todos os jogos”.

Trabalho e diversão
“Temos um trabalho muito duro pela frente e espero que cada jogador seja profissional. Temos de começar pelo início, pois temos um treinador novo e alguns jogadores novos. Queremos divertir-nos, mas temos de trabalhar duro e sabemos que temos uma boa equipa. Podemos jogar melhor do que no ano passado, mas temos de trabalhar duro.”

Ganhar, ganhar e ganhar
“O meu objetivo e o do clube é ganhar todos os jogos. Vamos atrás do campeonato, sabendo que há outras equipas com bons jogadores. É importante começarmos bem e sermos profissionais em cada treino. Sabemos que temos uma boa equipa e que podemos bater o Benfica e o Sporting, mas temos de treinar duro e ser muito disciplinados.”

+ notícias: FC Porto

FC Porto vence Belenenses por 3-2 com penálti aos 90+6 minutos

O FC Porto venceu hoje fora o Belenenses, por 3-2, em jogo da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol, graças a uma grande penalidade aos 90+6 minutos.

Equipa Sub-17 do FC Porto entra com o pé direito ao vencer a Académica por 4-1

A equipa de Sub-17 do FC Porto entrou com o pé direito na temporada 2018/19, recebendo e vencendo (4-1) a Académica de Coimbra no primeiro jogo oficial, relativo à jornada inaugural da Série B do Campeonato Nacional. Pedro Vieira (2), Candal e Francisco Conceição garantiram o triunfo no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival.

Leonel Fernandes chega à equipa de andebol do FC Porto com orgulho

Leonel Fernandes tem 20 anos e é uma das caras novas da equipa de Magnus Andersson. O ponta esquerda será agora concorrente de Diogo Branquinho, num plantel no qual já se sente integrado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.