Jornal Diário Jornal das 13

Costa critica ideia de solidariedade limitada à distribuição de fundos europeus

| Política
Porto Canal com Lusa

Boston, Estados Unidos, 11 jun (Lusa) - O primeiro-ministro afirmou hoje que a União Europeia tem de refletir mais e mudar o sistema de acolhimento de refugiados, frisando que a solidariedade não pode ser apenas invocada na questão dos fundos estruturais.

António Costa falava aos jornalistas no final de uma visita ao Massachusetts Institute of Techocnology (MIT), em Boston, depois de questionado sobre os episódios em torno do navio "Aurora", que Espanha se ofereceu para receber, com 629 refugiados a bordo, depois de Itália e Malta terem recusado.

"A solidariedade não existe só no momento da distribuição dos fundos europeus. Existe também no esforço que todos temos de fazer para partilhar aqueles refugiados que procuram a Europa", respondeu o primeiro-ministro, numa declaração em que criticou os Estados-membros que preconizam políticas de encerramento de fronteiras.

"A política de encerramento de fronteiras é contrária aos valores da União Europeia. Portugal tem possuído uma política de abertura constante nesta matéria", acentuou o líder do executivo perante os jornalistas.

PMF // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Ministro diz que Traje à Vianesa tem condições para ser candidato a património mundial

O ministro da Cultura afirmou este sábado, em Viana do Castelo, onde marcou presença no cortejo da Romaria d' Agonia, que o Traje à Vianesa "tem todas as condições" para integrar a lista indicativa de Portugal a Património Mundial.

Governo decreta dispensa de trabalhadores que sejam bombeiros nos distritos em alerta

O Governo determinou esta sexta-feira a dispensa de funcionários públicos e do setor privado que sejam ao mesmo tempo bombeiros nos distritos em alerta vermelho "face ao significativo agravamento do risco de incêndio florestal".

BE quer aproximar salários dos trabalhadores aos dos gestores

O Bloco de Esquerda (BE) quer diminuir a desigualdade salarial entre os gestores e os trabalhadores da mesma empresa em Portugal, avançando com um projeto de lei que abre a porta à fixação de rácios.

Atualizado 18-08-2018 11:50

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.