Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Primavera Sound ultrapassa os 100 mil visitantes e regressa de 06 a 08 junho em 2019

| Norte
Porto Canal com Lusa

O Primavera Sound do Porto, cuja sétima edição chega ao fim esta madrugada, fecha com um registo de mais de 100 mil visitantes este ano e regressa entre 06 e 08 de junho de 2019, anunciou este domingo a organização.

Atualizado 11-06-2018 11:21

"Com uma média de 30 mil pessoas em cada um dos três dias no Parque da Cidade, além das cerca de 30 mil que se reuniram em frente à Câmara Municipal do Porto no concerto grátis de Fatboy Slim, no dia 07 de junho, o NOS Primavera Sound recebeu público de mais de 60 países", lê-se num comunicado divulgado esta noite pela organização, que considerou esta sétima edição como um "ponto de viragem na trajetória do festival".

Segundo a organização, "há edições que marcam um antes e um depois num festival, e a sétima do Primavera Sound no Porto será lembrada como uma delas", acrescenta o mesmo documento.

O Primavera Sound 2018 ultrapassou pela primeira vez a barreira dos "100 mil visitantes" com uma programação artística liderada por Nick Cave and The Seeds, Lorde, A$AP Rocky, Tyler, The Creator, The War on Drugs, Fever Ray e Jamie XX, entre outros, consolidando o festival português como "um dos eventos de referência a nível europeu", acrescenta a organização.

O diretor do Primavera Sound, José Barreiro, mostrou-se hoje "satisfeito com o sucesso desta edição", onde foi possível "elevar ainda mais o padrão de conforto e comodidade de todos os que visitam o festival".

O Primavera Sound regressa ao Parque da Cidade de 06 a 08 de junho de 2019.

+ notícias: Norte

Obras na escola portuense do Bom Sucesso podem demorar mais de um ano letivo

A requalificação da Escola Básica (EB1) do Bom Sucesso, no Porto, deve arrancar “no fim do ano” e a transferência dos alunos para a secundária do Infante pode prolongar-se por mais de um ano letivo, revelou este sábado a Câmara.

Pais e alunos protestam encerramento de Colégio da Régua que deixa mais de 200 crianças sem escola

Pais e alunos manifestaram-se, na passada sexta-feira, contra o encerramento do Colégio Salesiano de Poiares, situado na Régua. O colégio vai fechar as portas no final deste ano letivo porque perdeu o contrato de associação com o Ministério da Educação, sendo que com isto 225 alunos terão de mudar de escola e quase 50 pessoas ficaram sem emprego.

Cidade de Espinho celebra 45 anos com várias homenagens

Várias pessoas e instituições foram homenageadas em Espinho. Os galardões preencheram o programa de comemorações de elevação a cidade, quando esta celebra 45 anos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.