Info

Primavera Sound ultrapassa os 100 mil visitantes e regressa de 06 a 08 junho em 2019

| Norte
Porto Canal com Lusa

O Primavera Sound do Porto, cuja sétima edição chega ao fim esta madrugada, fecha com um registo de mais de 100 mil visitantes este ano e regressa entre 06 e 08 de junho de 2019, anunciou este domingo a organização.

Atualizado 11-06-2018 11:21

"Com uma média de 30 mil pessoas em cada um dos três dias no Parque da Cidade, além das cerca de 30 mil que se reuniram em frente à Câmara Municipal do Porto no concerto grátis de Fatboy Slim, no dia 07 de junho, o NOS Primavera Sound recebeu público de mais de 60 países", lê-se num comunicado divulgado esta noite pela organização, que considerou esta sétima edição como um "ponto de viragem na trajetória do festival".

Segundo a organização, "há edições que marcam um antes e um depois num festival, e a sétima do Primavera Sound no Porto será lembrada como uma delas", acrescenta o mesmo documento.

O Primavera Sound 2018 ultrapassou pela primeira vez a barreira dos "100 mil visitantes" com uma programação artística liderada por Nick Cave and The Seeds, Lorde, A$AP Rocky, Tyler, The Creator, The War on Drugs, Fever Ray e Jamie XX, entre outros, consolidando o festival português como "um dos eventos de referência a nível europeu", acrescenta a organização.

O diretor do Primavera Sound, José Barreiro, mostrou-se hoje "satisfeito com o sucesso desta edição", onde foi possível "elevar ainda mais o padrão de conforto e comodidade de todos os que visitam o festival".

O Primavera Sound regressa ao Parque da Cidade de 06 a 08 de junho de 2019.

+ notícias: Norte

Embarcação que naufragou ao largo de Espinho localizada no fundo do mar

A Marinha Portuguesa informou hoje que localizou, no fundo do mar, a embarcação Mestre Silva que naufragou há uma semana ao largo de Esmoriz, no concelho de Espinho.

Hospital de São João da Madeira retoma obras no Serviço de Urgência

O Hospital de São João da Madeira já retomou as obras no Serviço de Urgência após divergências com o empreiteiro inicial e ajustará a nova intervenção à grande procura registada nessa valência, revelou hoje a administração da unidade.

Começou a remoção dos resíduos do Cachão em Mirandela

Os resíduos depositados no Complexo do Cachão, em Mirandela, Trás-os-Montes, começaram hoje a ser removidos depois de cinco anos de polémica e queixas com a perspetiva de a operação ser concluída até ao final do ano.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.