Info

Buscas por pescador desaparecido no rio Minho retomadas às 07h30

Buscas por pescador desaparecido no rio Minho retomadas às 07h30
| Norte
Porto Canal com Lusa

As operações de busca pelo pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço, distrito de Viana do Castelo, foram retomadas às 07h30 desta segunda-feira, disse à Lusa uma fonte da Polícia Marítima de Caminha.

A mesma fonte adiantou que as buscas estão a ser levadas a cabo por elementos forenses e mergulhadores da Polícia Marítima e pelos Bombeiros Voluntários de Melgaço.

"Nas buscas por terra estão também elementos da Polícia Marítima", indicou ainda a mesma fonte.

O capitão do porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, Pedro Costa, tinha referido anteriormente que para hoje está prevista uma redução das descargas da água da barragem de Frieira, em Espanha.

"Se o caudal se reduzir, as duas equipas de mergulho forense irão bater as zonas onde estão centradas as operações. Se o caudal for elevado iremos para outras áreas onde ainda não procuramos", especificou.

O pescador de 67 anos desapareceu no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço, no sábado à noite.

Segundo a agência Efe, a Agência de Emergência da Galiza, em Espanha, ativou o protocolo de colaboração transfronteiriça ARIEM 112 para tentar localizar o pescador desaparecido no rio Minho.

O comandante Pedro Costa referiu ainda que o trator do pescador foi encontrado no sábado, no caminho de acesso ao local onde colocou a sua pesqueira.

+ notícias: Norte

Tribunal de Instrução Criminal do Porto ouve terceiro de cinco suspeitos de viciação de contratos públicos

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto reatou este domingo de manhã os interrogatórios no âmbito da alegada viciação de procedimentos de contratação pública, com a audição do terceiro dos cinco arguidos, disse um advogado do processo.

Autores de inquérito polémico a alunos do Porto diz que escola tinha conhecimento prévio

A associação que distribuiu um inquérito a alunos do 5.º ano com perguntas sobre opções sexuais garante que todos os materiais trabalhados com menores de idade são do conhecimento prévio das direções escolares.

Autoridades apreendem no Porto 1.500 peças em ouro e 17 diamantes

Mais de 1.500 peças em ouro, 17 diamantes e 140 mil euros foram apreendidos no Porto pela Unidade de Ação Fiscal da GNR e pela Autoridade Tributária, informou este sábado fonte policial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.