Info

Governo revê em baixa para 0,7% meta do défice deste ano

Governo revê em baixa para 0,7% meta do défice deste ano
| Política
Porto Canal com Lusa

O Governo reviu em baixa a meta do défice deste ano para 0,7% do PIB, segundo o Programa de Estabilidade 2018-2022 entregue hoje ao parlamento, apesar de o BE exigir a manutenção da meta acordada no orçamento.

No Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), Governo e parceiros parlamentares -- PCP, Bloco de Esquerda (BE) e partido 'Os Verdes' (PEV) -- tinham se comprometido com um défice orçamental de 1,1%.

No Programa de Estabilidade 2017-2021, apresentado há cerca de um ano, o executivo liderado por António Costa estimava que o défice orçamental de 2018 fosse de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) e que o de 2019 fosse de 0,3%. A partir daí, o Governo antecipava excedentes orçamentais: de 0,4% em 2020 e de 1,3% e em 2021.

O Programa de Estabilidade 2018-2022 é debatido na Assembleia da República em 24 de abril e o CDS já anunciou que vai apresentar, à semelhança de anos anteriores, um projeto de resolução para que o documento seja rejeitado. Nos anos anteriores, o PS contou com o apoio dos parceiros parlamentares.

Depois, o documento é remetido para a Comissão Europeia até ao final do mês.

+ notícias: Política

Presidente da República pede “vontade política” para acabar com despejos que causam “novos sem-abrigo”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou este domingo para o “aparecimento de novos sem-abrigo” devido ao problema dos despejos nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, e pediu “vontade política” para acabar com este problema.

Governo ordena inquérito urgente a incidente com helicóptero do INEM

O ministro da Administração Interna determinou à Proteção Civil a abertura de um "inquérito técnico urgente" ao funcionamento dos mecanismos de reporte da ocorrência e de lançamento de alertas relativamente ao acidente com o helicóptero do INEM.

Governo reforça equipa de manutenção do Metro do Porto e CP

A empresa que faz a manutenção do Metro do Porto e da CP contratou mais 110 trabalhadores. O Governo acredita que este investimento vai permitir melhorar o setor que tem passado por sucessivas greves e avarias com consequências para a circulação, como acontece com o Alfa Pendular para Braga.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS