Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Fogo em Alijó e Mangualde obriga a cortar duas estradas nacionais e um itinerário complementar

| Norte
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 16 jul (Lusa) -- Os fogos que deflagraram nos concelhos de Alijó e Mangualde obrigaram ao corte de duas estradas nacionais e um itinerário complementar, disse à agência Lusa o Comando Geral da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Devido ao incêndio de Alijó, que ao início da noite mobilizava 323 bombeiros e 97 viaturas, foram cortadas a nacional 212, entre os quilómetros 35 e 42, e o Itinerário Complementar 5, que liga o distrito de Vila Real a Bragança, entre os quilómetros 34 e 46.

Na zona de Mangualde, a estrada nacional 232 está cortada entre as localidades de Mourilhe e Contenças de Baixo.

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), os três incêndios que deflagraram hoje à tarde no concelho de Mangualde, mobilizavam, às 23:00, 393 operacionais apoiados por 116 viaturas.

APN // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Vila Nova de Cerveira fecha fontanários públicos para poupar água

A Câmara de Vila Nova de Cerveira encerrou, temporariamente, todos os fontanários públicos existentes no concelho face à situação de seca severa e extrema que o país atravessa, informou hoje aquela autarquia do Alto Minho.

Bactéria e-coli estará na origem de morte de menina da Maia

Foi a bacteria e-coli que provocou a morte da menina de sete anos da escola da Maia. A confirmaçao é da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, que explica tratar-se de uma bactéria contraida a partir de um alimento. Não se sabe se terá sido ou nao na escola, mas certo é que no estabelecimento já há pais a dizer que não voltam a dar comida da cantina aos filhos.

Denúncias revelam más condições do serviço de neurocirurgia do hospital de S. João

A falta de condições no serviço de neurocirurgia do Hospital de São João, no Porto, que há 10 anos funciona em contentores terá levado o diretor do serviço Rui Vaz a apresentar a demissão. Os profissionais falam em condições indignas para utentes que convivem alegadamente lado a lado com baratas, moscas e ratos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS