Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Presidente da República visita zonas fustigadas pelas chamas em Nisa

| País
Porto Canal com Lusa

Nisa, Portalegre, 30 jul (Lusa) - O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou hoje à tarde o concelho de Nisa, Portalegre, fustigado por três incêndios florestais na última semana, onde elogiou o papel dos bombeiros, forças armadas e de voluntários.

Marcelo Rebelo de Sousa começou por visitar a cantina do centro escolar da vila de Nisa, onde foram servidas as refeições aos bombeiros e militares empenhados no combate às chamas, tendo elogiado o "papel cívico" dos voluntários, além de se mostrar "impressionado" com a organização, "num espaço de tempo muito concentrado" de quatro dias.

"Há muita gente a necessitar e mais voluntários do que eu tinha pensado", disse, considerando que, no que respeita aos incêndios em Portugal, se está em tempo de "consolidar a situação".

Acompanhado pela presidente da Câmara de Nisa, Idalina Trindade, o chefe de Estado assistiu depois a um 'briefing' no posto de comando, antes de visitar uma das aldeias, Amieira do Tejo, que esteve ameaçada pelas chamas.

Os três incêndios florestais que assolaram o concelho, o último deles na tarde de sábado, perto de Montalvão, estão todos em fase de vigilância, o que levou à desativação, no sábado à noite, do Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil.

As autoridades de Nisa tinham ativado o plano, na quarta-feira à noite, para apoiar a população de "forma mais eficiente", na sequência dos incêndios florestais que obrigaram à evacuação de várias aldeias.

As causas do fogo na zona de Montalvão estarão relacionadas com a utilização de maquinaria agrícola, segundo um comunicado da autarquia.

Quanto aos outros dois incêndios, de Portas de Rodão e Albarrol, o município diz que as causas estiveram em "projeções de partículas" provenientes, respetivamente, dos fogos de Vila Velha de Rodão e de Mação.

Embora sem registo de danos pessoais, nem de habitações destruídas, os fogos, segundo a autarquia, devastaram, durante quatro dias, zonas florestais, terrenos agrícolas e casebres abandonados.

MLM/SYM // PJA

Lusa/Fim

+ notícias: País

Colisão entre carro e mota provoca um morto em Aveiro

Uma colisão entre um veículo ligeiro e um motociclo provocou este domingo uma vítima mortal na EN109, junto à pastelaria Ribas Parque, em Ílhavo, Aveiro, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo.

Portugal teve um dos episódios mais graves de poluição do ar

Portugal registou um dos episódios mais graves de poluição do ar de 06 a 17 de outubro, conjugando meteorologia, partículas do norte de África e incêndios, com ultrapassagens dos limites em várias regiões, segundo o especialista Francisco Ferreira

Incêndios: Das 44 vítimas mortais, cinco estão por identificar

Cinco das 44 pessoas que morreram nos incêndios florestais que deflagraram há uma semana, em várias zonas do país, estão ainda por identificar, revelou hoje o Instituto Nacional de Medicina Legal (INML).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Consultório

Como prevenir a gripe - medicamentos e...

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"