Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

António Costa elege política de "habitação acessível" como prioridade para 2ª metade da legislatura

| Política
Porto Canal com Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, elegeu este sábado como prioridade para a segunda parte da legislatura criar uma política de habitação que dê a possibilidade à classe média e aos jovens de arrendarem casa nos centros das cidades.

António Costa disse ser necessário as autarquias fazerem "mais e melhor" em áreas como a saúde, educação e valorização do património, entre outras, no âmbito da descentralização de competências, para que o Governo "possa também assumir novas politicas em áreas decisivas", como a habitação.

"Temos de ter uma política de habitação acessível para a classe média e, em particular, para as novas gerações", que se confrontam com preços "inacessíveis" no mercado do arrendamento.

Contudo, salientou, "a solução não é travar o turismo", porque é "algo fundamental" para a economia.

Para o líder socialista, que falava esta tarde em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, no âmbito da apresentação da candidatura de Eduardo Vítor Rodrigues à autarquia local, as cidades têm de estar "cada vez mais abertas" ao turismo e a chave agora é criar essa oferta de arrendamento acessível nos centros das cidades.

+ notícias: Política

António Costa apela a quem saiba de mais vítimas de Pedrógão Grande para informar PJ e MP

O primeiro-ministro, António Costa, apelou hoje a que quem tenha conhecimento de um maior número de vítimas no incêndio de Pedrógão Grande, em junho, o comunique de imediato à Polícia Judiciária e ao Ministério Público.

Constança Urbano de Sousa nega existência de "lista secreta" de vítimas de Pedrogão Grande

A Ministra da Administração Interna garantiu hoje que "não existe uma lista secreta" das vítimas mortais do incêndio de Pedrogão Grande, sublinhando que os nomes constam de um processo judicial que está em segredo de justiça.

BE quer "reconstrução" de direitos laborais e crescimento económico para todos

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, pediu este domingo medidas para que o crescimento económico "chegue a todas as pessoas", defendendo "a reconstrução" de "direitos na legislação laboral que permitam a valorização de todos os salários".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS