Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

António Costa elege política de "habitação acessível" como prioridade para 2ª metade da legislatura

| Política
Porto Canal com Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, elegeu este sábado como prioridade para a segunda parte da legislatura criar uma política de habitação que dê a possibilidade à classe média e aos jovens de arrendarem casa nos centros das cidades.

António Costa disse ser necessário as autarquias fazerem "mais e melhor" em áreas como a saúde, educação e valorização do património, entre outras, no âmbito da descentralização de competências, para que o Governo "possa também assumir novas politicas em áreas decisivas", como a habitação.

"Temos de ter uma política de habitação acessível para a classe média e, em particular, para as novas gerações", que se confrontam com preços "inacessíveis" no mercado do arrendamento.

Contudo, salientou, "a solução não é travar o turismo", porque é "algo fundamental" para a economia.

Para o líder socialista, que falava esta tarde em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, no âmbito da apresentação da candidatura de Eduardo Vítor Rodrigues à autarquia local, as cidades têm de estar "cada vez mais abertas" ao turismo e a chave agora é criar essa oferta de arrendamento acessível nos centros das cidades.

+ notícias: Política

Ministro da Defesa fala em "objetivos políticos" na divulgação do relatório "fabricado"

O ministro da Defesa admitiu este domingo que o noticiado relatório dos serviços de informações militares sobre o furto de armamento da base de Tancos tenha sido fabricado e que possam existir "objetivos políticos" na sua divulgação.

Cristas diz que tal como o relatório o ministro da Defesa "se calhar não existe"

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu este domingo que além de um furto a Tancos e um relatório que "se calhar" não existem também o ministro da Defesa "ainda não compreendeu que já não existe".

Marcelo apela ao voto nas eleições autárquicas em visita à Festa do Outono de Serralves

Marcelo Rebelo de Sousa esteve este sábado na Festa do Outono, realizada na Fundação de Serralves, no Porto, e aproveitou para apelar ao voto nas próximas eleições de 1 de outubro. O Presidente da República criticou a abstenção, sublinhando a importância do voto em democraci

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...