Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Incêndio no Parque Nacional Peneda-Gerês está a deflagrar desde madrugada e chegou a ameaçar casas

Incêndio no Parque Nacional Peneda-Gerês está a deflagrar desde madrugada e chegou a ameaçar casas
| Norte
Porto Canal (AYR)

Um incêndio de grandes proporções está a deflagrar desde as 1h39 da madrugada desta quinta-feira, na zona do Parque Nacional Peneda-Gerês, em Lourido, Ponte da Barca, e chegou a ameaçar habitações avança fonte dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca ao Porto Canal.

Segundo os Bombeiros de Ponte da Barca, durante a noite o incêndio ameaçou as habitações mais próximas, mas neste momento já está afastada a hipótese de perigo para as casas.

O incêndio que está a decorrer desde madrugada já queimou uma vasta área florestal.

No local estão 48 elementos dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca e dos Bombeiros Voluntários de Melgaço, a Guarda Nacional Republicana (GNR) e um meio aéreo, sendo que já foi solicitado mais um.

Para o local também já está a dirigir-se um Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) de Braga.

(em atualização)

+ notícias: Norte

Autarca de Miranda do Douro alerta para a fraca qualidade da água devido à seca

Em Portugal ainda há água suficiente nas barragens, mas o caudal mínimo do rio Douro não está a ser cumprido porque a nascente espanhola já secou. O alerta é dado pelo autarca de Miranda do Douro. Artur Nunes denunciou a fraca qualidade da água e os graves problemas ambientais.

Despiste de camião provoca o caos na VCI junto ao Freixo

Um despiste de um camião está a provocar o caos no trânsito na VCI no Porto, sentido Freixo-Arrábida, ao fina da tarde desta quinta-feira, estando todas as vias cortadas para limpeza do pavimento visto que o depósito do camião começou a derramar para a estrada, dise ao Porto Canal fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto.

Resíduos tóxicos de Cachão podem ter fim à vista

Há uma nova esperança para o Complexo Agro Industrial do Cachāo. A empresa gestora do espço que pertence às Câmaras de Vila Flor e Mirandela vai agora formalizar uma candidatura ao Fundo Ambiental que espera ver aprovada ainda este ano. Em causa está a urgente retirada de várias toneladas de resíduos tóxicos resultantes de dois incêndios e que têm levado à revolta da população local.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS