Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Deputado António Costa da Silva vai ser o candidato do PSD à Câmara de Évora

| Política
Porto Canal com Lusa

Évora, 18 mar (Lusa) - O deputado António Costa da Silva vai ser o candidato do PSD à presidência da Câmara Municipal de Évora, de maioria CDU, nas eleições autárquicas deste ano, revelaram hoje à agência Lusa fontes partidárias.

O nome do deputado social-democrata, eleito pelo círculo de Évora, foi aprovado, por "unanimidade e aclamação", no plenário da assembleia de secção, realizado na sexta-feira à noite, disse à Lusa o presidente da Comissão Concelhia do PSD, José Policarpo.

Depois de aprovada pela concelhia, a candidatura de António Costa da Silva terá ainda de ser ratificada pela Comissão Política Distrital e pelo Conselho Nacional do PSD, que está marcado para a próxima terça-feira.

Antes de ser eleito deputado, nas legislativas de 2015, Costa da Silva foi vogal executivo das comissões diretivas dos programas operacionais Alentejo 2020 e InAlentejo e vice-presidente da Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, entre outros cargos.

António Costa da Silva foi presidente da Comissão Política Distrital de Évora do PSD, entre 2010 e 2016, e vereador social-democrata na Câmara de Viana do Alentejo, entre 2001 e 2005, além de consultor de empresas e organismos públicos.

Residente na vila de Alcáçovas, no concelho de Viana do Alentejo, António Francisco Costa da Silva, 48 anos, é licenciado em economia e pós-graduado em Administração e Desenvolvimento Regional na Perspetiva das Comunidades Europeias.

O atual executivo municipal de Évora, liderado pelo comunista Carlos Pinto de Sá, que cumpre o primeiro mandato, é composto por quatro eleitos da CDU, dois do PS e um do PSD.

No distrito de Évora, com 14 concelhos, a CDU lidera em seis municípios (Alandroal, Arraiolos, Évora, Montemor-o-Novo, Mora e Vila Viçosa), o PS em cinco (Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas e Viana do Alentejo) e os outros três (Borba, Estremoz e Redondo) são presididos por movimentos independentes.

SYM/MLM // MLM

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Cristas quer "partido de todos" sem rótulos de partido de ricos, patrões ou quadros

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defende na sua moção ao Congresso que o grande desafio dos centristas é afirmarem-se como "o partido de todos", ultrapassando rótulos de partido de quadros, ricos ou patrões.

Câmara do Porto disposta a pagar indemnização de 600 mil euros a empresas impedidas de construir parque na Boavista

A Câmara do Porto está disposta a pagar uma indemnização de 600 mil euros a duas empresas, que durante dez anos foram impedidas de construir um parque de estacionamento na Boavista. Em causa esteve a indefinição em torno das linhas do metro do Porto. A votação da proposta acabou por ser adiada, mas na reunião desta quinta-feira ficou claro que a oposição não concorda que autarquia assuma responsabilidades no assunto.

Fernando Negrão foi declarado eleito líder parlamentar do PSD com 39,7% dos votos

O deputado Fernando Negrão conseguiu hoje apenas 39,7% dos votos para a liderança parlamentar do PSD, correspondente a 35 votos favoráveis, 32 brancos e 21 nulos, tendo votado 88 dos 89 parlamentares sociais-democratas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.