Info

Jerónimo de Sousa sublinha momento de pesar sem esquecer divergências

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 jan (Lusa) - O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, sublinhou hoje o "momento de pesar, perda e respeito pela morte" de Mário Soares, de quem destacou o "combate contra a ditadura fascista".

"O momento é de pesar, de perda e de respeito pela morte" de Mário Soares, sublinhou Jerónimo de Sousa, à saída do Mosteiro dos Jerónimos, onde esteve para apresentar condolências à família e ao Partido Socialista.

Acompanhado pelo deputado António Filipe e pelo líder parlamentar do PCP, João Oliveira, o secretário-geral comunista entrou no mosteiro pela porta da igreja, por onde entrou também o ex-presidente da República Jorge Sampaio, e apresentou condolências à família de Mário Soares, cujos restos mortais estão em câmara ardente na Sala dos Azulejos.

Em declarações aos jornalistas, à saída, Jerónimo de Sousa destacou o papel de Mário Soares como "combatente contra a ditadura fascista" e na defesa de presos políticos, alguns dos quais figuras do PCP "num tempo em que era difícil fazê-lo".

Tal como fizera o Secretariado do Comité Central do PCP na primeira reação oficial à morte do antigo chefe do Estado, Jerónimo de Sousa enumerou em seguida os cargos ocupados por Mário Soares "sem esquecer as naturalmente e com uma grande franqueza as divergências profundas" com o PCP, em particular "após o 25 de Abril" de 1974 e "o seu papel no combate às grandes transformações económicas que resultaram da Revolução de Abril".

"Independentemente disso, cremos nós, este é um momento de pesar e de apresentar as condolências a família e ao PS", sublinhou.

Questionado pelos jornalistas, Jerónimo de Sousa rejeitou ainda a tese de que Mário Soares tenha combatido uma possível ditadura de esquerda liderada pelo PCP, sublinhando que "o momento é de pesar, de perda e de respeito" pela morte do antigo Presidente da República.

Mário Soares morreu no sábado, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

O Governo português decretou três dias de luto nacional, até quarta-feira.

O corpo do antigo Presidente da República vai estar em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos até à meia-noite de hoje, e entre as 08:00 e as 11:00 de terça-feira.

O funeral realiza-se pelas 15:30 de terça-feira, no Cemitério dos Prazeres, em Lisboa.

Nascido em 07 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares, advogado, combateu a ditadura do Estado Novo e foi fundador e primeiro líder do PS.

Após a revolução do 25 de Abril de 1974, regressou do exílio em França e foi ministro dos Negócios Estrangeiros e primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, tendo pedido a adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e assinado o respetivo tratado, em 1985.

Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

SF // SMA

Lusa/fim

+ notícias: País

Sete escolas superiores, três delas no Norte, com ordem de encerramento por falta de acreditação

Sete escolas superiores, três delas localizadas no Norte do país, chumbaram na avaliação da agência de acreditação do ensino superior e têm ordem de encerramento compulsivo, mas algumas vão poder manter-se abertas até aos atuais alunos concluírem os cursos, adiantou esta terça-feira a tutela.

Polícia espanhola entrega à PJ português que terá sequestrado filha menor em Braga

A Polícia Nacional espanhola de Vigo entregou à Polícia Judiciária do Porto um pai português alvo de um mandado europeu de detenção e que alegadamente sequestrou a filha de 10 anos em Braga, há dois meses.

Fogo em Vila de Rei e Mação dominado em 90%, evolução com "reservas" devido ao vento

O fogo que lavra desde sábado em Vila de Rei (Castelo Branco) e Mação (Santarém) mantém-se dominado em 90%, existindo ainda zonas "muito quentes", sendo as próximas horas encaradas "com muita reserva", disse esta segunda-feira a proteção civil.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS