Info

Portugal deve abrir representação comercial em Taiwan, diz dirigente empresarial

| Economia
Fonte: Agência Lusa

Taipé, 05 nov (Lusa) - O vice-presidente da Associação Chinesa de Cooperação Económica, com sede em Taiwan, defendeu que Portugal deveria estabelecer um escritório de interesses comerciais em Taipé.

Chien Han-sun, que falava na terça-feira num encontro com uma deleção empresarial portuguesa liderada por Paulo Nunes de Almeida, presidente da Câmara de Comércio e Indústria, sublinhou que o estabelecimento de uma representação comercial iria permitir fomentar as relações comerciais bilaterais.

As relações comerciais entre Taiwan e Portugal totalizaram 260 milhões de dólares em 2013 e, apesar de até agosto deste ano serem já superiores a 200 milhões de dólares, Chien Han-sun considera ainda os números "insatisfatórios" até porque antes da crise económica mundial de 2008, as trocas comerciais totalizavam 500 milhões de dólares.

Chien Han-sun manifestou também esperança num acordo de cooperação económica entre Taiwan e Portugal.

Taiwan possui em Lisboa uma representação económica, comercial e cultural.

Na abertura da reunião bilateral entre a classe empresarial de Taiwan e Portugal, que está a decorrer em Taipé, Paulo Nunes de Almeida disse que as companhias portuguesas estão interessadas no mercado de Taiwan e comprometeu-se a promover as relações bilaterais económicas e comerciais, além da troca de informações e visitas mútuas de forma a serem percebidos os respetivos ambientes de investimento.

Ambas as delegações apresentaram as oportunidades de investimento bilateral e o quadro regulatório e fiscal aplicável.

A delegação portuguesa inclui representantes do setor bancário, imobiliário, saúde, vinhos e outros setores da atividade económica e vai permanecer em Taiwan até quinta-feira.

JCS // FV.

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Retenção na fonte de salários médios ainda não reflete totalmente mudança no IRS

As tabelas de retenção na fonte para 2019 vão aumentar o rendimento líquido de maioria dos contribuintes, mas não refletem ainda integralmente o efeito da reorganização dos escalões do IRS e descida de taxas observado em 2018, segundo a consultora Deloitte.

Preço das casas sobe 4,3% na zona euro no 3.º trimestre e em Portugal quase o dobro

O preço homólogo das casas aumentou 4,3% tanto na zona euro quanto na União Europeia (UE) no terceiro trimestre de 2018, com Portugal a registar uma subida de quase o dobro da média (8,5%), segundo o Eurostat.

Despesa efetiva do SNS atinge 10 mil milhões e sobe 12% face a 2015

A despesa efetiva do Serviço Nacional de Saúde terá atingido em 2018 cerca de 10 mil milhões de euros, um crescimento de 12% face a 2015, segundo dados do Governo em contraponto a um relatório do Tribunal de Contas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.