Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”

Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”
| Desporto
Porto Canal

Sérgio Conceição projeta a final da Taça de Portugal (domingo, 17h15).

O último jogo da temporada 2023/24 “vai ser uma final difícil para as duas equipas” e um daqueles jogos “equilibrados” em que “os pormenores fazem a diferença e passam a ser pormaiores”. Vencedor das duas últimas Taças de Portugal, Sérgio Conceição vê o Sporting como um rival recheado de “pontos fortes”, “que fez muitos golos durante o campeonato” e que obriga o FC Porto a “ser uma equipa consistente, sólida em termos defensivos, muito audaz e capaz de chegar à baliza adversária, definindo um bocadinho melhor na hora de meter a bola lá dentro”.

Na antecâmara de “um dia de festa” e “de grande romaria ao Jamor”, o técnico portista sublinha a necessidade de os jogadores entrarem “determinados e focados”, aproveitando “a motivação dos adeptos” e mostrando-se “empenhados em fazer o melhor para ganhar”. Fábio Veríssimo fará soar o apito inicial às 17h15 de domingo no Estádio Nacional e na RTP1.

Foco e determinação
“Vai ser uma final difícil para as duas equipas, equilibrada também, e temos que entrar muito determinados e focados, porque neste tipo de jogos, pela experiência que tenho, os pormenores fazem a diferença e passam a ser pormaiores. Dentro desse estado de espírito temos que encarar a final não com mais nem com menos pressão do que outro jogo qualquer, porque os jogos aqui são todos para ganhar, mas com a consciência de que podemos trazer mais um troféu para o Museu e oferecê-lo a alguém que se dedicou ao clube durante 42 anos. Seria uma bela forma de Jorge Nuno Pinto da Costa sair do clube juntando mais uma taça aos milhares de títulos conquistados nas diferentes modalidades.”

A valia do Sporting
“Têm várias formas de defender: num primeiro momento de pressão, na zona intermédia do campo e numa zona mais baixa em 5-4-1 ou 5-2-3. Temos que olhar para isso, para a nossa dinâmica em posse, e perceber o que devemos fazer para desmontar essa organização defensiva do adversário olhando para os pontos fortes do Sporting e precavendo-nos para a dinâmica interessante de um rival que fez muitos golos durante o campeonato. Temos que ser uma equipa consistente, sólida em termos defensivos, muito audaz e capaz de chegar à baliza adversária, se possível definindo um bocadinho melhor na hora de meter a bola lá dentro para sermos mais eficazes do que fomos durante o campeonato.”

Um domingo especial
“A final da Taça é um dia de festa, de grande romaria ao Jamor e de beber umas cervejas. Nós temos que beber da motivação dos adeptos para também bebermos uma ou duas cervejinhas no fim, o que era bom sinal (risos). Até porque o Rúben (Amorim) já bebeu duas ou três e nós ainda não. Estamos todos empenhados em fazer o melhor para ganhar.”

+ notícias: Desporto

FC Porto (Basquetebol): Três 'Dragões' no estágio de preparação para o Europeu

O FC Porto é o clube mais representado na convocatória de Mário Gomes.

FC Porto (Hóquei em Patins): Final com calendário definido

Série decisiva arranca às 15h00 de domingo no Dragão Arena.

Ricardo Ares: "Vamos precisar de toda a intensidade e concentração"

Ricardo Ares anteviu a final dos play-offs do campeonato, que arranca no domingo (15h00) no Dragão Arena