Câmara do Porto discute apoiar obras em residência da FAP na baixa da cidade 

Câmara do Porto discute apoiar obras em residência da FAP na baixa da cidade 
| Porto
Porto Canal / Agências

A Câmara do Porto vota na segunda-feira a atribuição de um apoio à Federação Académica do Porto (FAP) para a realização de obras na residência universitária que, localizada na Rua da Banharia, abriu portas no início deste ano letivo.

Na proposta, a que a Lusa teve hoje acesso, os vereadores com o pelouro da Juventude e do Urbanismo referem que a FAP solicitou apoio para a realização de obras de "reparação das patologias entretanto verificadas no edifício", que são "imprescindíveis para garantir as necessárias condições de habitabilidade”.

Localizada na Rua da Banharia, no centro histórico do Porto, a residência universitária abriu portas no início deste ano letivo depois de ter sido alvo de "diversas intervenções" de reconversão e reabilitação.

No pedido de apoio, anexo à proposta, o presidente da FAP, Francisco Porto Fernandes, refere que, apesar da responsabilidade das obras de remodelação ser agora da federação, no levantamento prévio ao projeto de arquitetura “foram detetadas patologias e situações anómalas”.

Em causa está a aplicação do pavimento do piso zero e dos sanitários.

“Tratou-se de uma aplicação de chão novo em todo o piso zero do edifício da Residência Academia 24 e, para além disso, na zona das bases de chuveiro também foi necessário colocar tijoleira nova, uma vez que a que lá estava se encontrava completamente degradada”, refere o presidente.

E acrescenta que “a necessidade premente em concluir a obra a tempo do arranque do presente ano letivo, dando resposta ao grave problema da falta de alojamento estudantil, levou a FAP a avançar de imediato com as tarefas necessárias, para não atrasar o decorrer dos trabalhos”.

Nesse sentido, o executivo municipal discute, na reunião privada agendada para segunda-feira, a atribuição de um apoio financeiro de 5.978,75 euros.

As intervenções realizadas no edifício permitiram aumentar a capacidade da residência de 20 para 40 camas.

A Câmara do Porto e a Federação Académica do Porto assinaram, a 24 de março de 2022, o protocolo que permitiu a instalação da residência universitária naquele espaço.

Três dias antes, o executivo da Câmara do Porto aprovou, por unanimidade, a cedência daquele espaço por um período de 30 anos.

O edifício, reabilitado pela Sociedade de Reabilitação Urbana (Porto Vivo, SRU) no âmbito do programa do Morro da Sé, estava previsto albergar um centro social.

+ notícias: Porto

Prazos dos concursos para habitação no Monte Pedral e Monte da Bela novamente prorrogados

Os prazos do concurso público para a construção de habitação acessível no Monte Pedral e Monte da Bela, no Porto, podem ser novamente dilatados, segundo uma proposta que irá ser votada na reunião de Câmara na segunda-feira. 

Incêndio em colégio no Porto já está extinto

O incêndio que deflagrou ao início da tarde de deste domingo no Colégio Flori, no Porto, "já está extinto" e em fase de rescaldo e ventilação, adiantaram ao Porto Canal as autoridades.

Last Folio: as duras memórias do Holocausto 

O Museu e Igreja da Misericórdia do Porto acolhem a exposição internacional LAST FOLIO acompanhada por um documentário, que mostra as memórias do Holocausto. A exposição do fotógrafo Yuri Dojc e da cineasta Katya Krausova, pode ser visitada até novembro.