FC Porto abre portas à sala sensorial INZONE no Dia Mundial da Consciencialização do Autismo

FC Porto abre portas à sala sensorial INZONE no Dia Mundial da Consciencialização do Autismo
| Desporto
Porto Canal

No Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, o FC Porto abriu as portas do Estádio do Dragão para apresentar a nova sala sensorial INZONE a nove instituições do Norte do país.

De acordo com o feedback dos especialistas, o novo espaço reúne condições para que os adeptos com perturbações sensoriais possam cumprir o sonho de assistir a um jogo de futebol no estádio, num ambiente confortável e adaptado às suas necessidades.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

O espaço, construído em parceria com a Betano - a main sponsor do clube - e a Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, é dividido em três áreas transitáveis e multidirecionais, para facilitar a participação ocupacional dos utilizadores, e sempre que possível, promover a capacitação gradual, cujo objetivo final será a integração na bancada junto de família e amigos.

A experiência é acompanhada, avaliada e mediada por profissionais de saúde qualificados. Adicionalmente, o acesso à INZONE é condicionado, de forma a garantir o máximo controlo de estímulos possíveis e evitar situações de sobreestimulação.

A Zona 1 - Sala Sensorial é um espaço com visibilidade direta para o relvado, onde é garantida a possibilidade de assistir ao jogo de futebol com controlo de todos os estímulos sensoriais. Ao contrário do ambiente de estádio, dentro da sala sensorial é possível controlar a quantidade, intensidade e frequência dos diferentes estímulos. Como tal, o som e a luz podem ser ajustados, visto que a sala é insonorizada e com luminosidade regulável.

O espaço está ainda equipado com materiais e equipamentos que enriquecem a experiência, sendo disso exemplo elementos visuais, auditivos, táteis, propriocetivos e vestibulares que possibilitam a autorregulação do utilizador em situações de sobreestimulação e a manutenção do estado de alerta e da atenção ao longo do jogo.

Estão também disponíveis outros materiais como bloqueadores de som, brinquedos reguladores e é também disponibilizado o acesso a meios de comunicação aumentativa.

No interior da sala é ainda possível recorrer à Realidade Virtual para experienciar diferentes ambientes relaxantes.

A Zona 2 - Zona Intermédia define-se como o espaço de transição entre a Sala Sensorial (zona 1) e a Zona 3. Nesta área, o utilizador passa a ter um menor controlo sobre o ambiente mas mantém o acesso a elementos propriocetivos, táteis e vestibulares que facilitam a sua regulação num ambiente menos controlado. Em situações de sobreestimulação e perante a dificuldade na gestão dos estímulos sensoriais, o utilizador poderá sempre regressar à Sala Sensorial e retomar o controlo do ambiente.

A Zona 3 - Bancada, enquanto área contígua à Zona 2, possibilita o primeiro momento em que o utilizador da INZONE assiste ao jogo junto de outros adeptos, sendo no entanto assegurada a possibilidade de regressar às zonas anteriores sempre que considere necessário. O projeto tem em conta que cada utilizador da INZONE terá diferentes especificidades e, consequentemente, diferentes necessidades.

Sobre esta nova iniciativa, o presidente do FC Porto Jorge Nuno Pinto da Costa salienta o trabalho que o clube tem feito “no âmbito da sustentabilidade e, mais propriamente, da inclusão que muito me orgulha e que tem sido descrito como sendo de referência na matéria. Este é mais um passo que damos, em parceria com a Betano e com a Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, que permite dotar o nosso Estádio do Dragão de valências que não existiam e que nos tornam mais inclusivos e preparados para receber todos os portistas”.

Já Panos Konstantopoulos, Presidente da Kaizen Foundation, acrescenta que “é uma grande honra para mim, bem como para a Kaizen Gaming e Betano, apresentar esta iniciativa que pretende criar um ambiente mais inclusivo para indivíduos com dificuldades no processamento da informação sensorial. A nova sala sensorial no estádio do FC Porto é um passo significativo no sentido da integração social e da diversidade. Com o inestimável apoio do Presidente do FC Porto e em colaboração com a Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, conseguimos criar um espaço seguro e agradável. Na Betano, estamos empenhados em apoiar continuamente iniciativas que promovam a consciência social e a igualdade para todos. Agradecemos sinceramente ao FC Porto pela sua colaboração e pela oportunidade de contribuir para a criação de um Mundo que aceita e apoia a inclusão".

O FC Porto e os seus parceiros neste projeto acreditam que a INZONE, desenvolvida de acordo com as guidelines da UEFA, será um excelente exemplo de como o futebol deve ser um promotor de inclusão, cumprindo assim o desígnio de não deixar que o futebol fique fora do alcance de ninguém.

Importa referir que face à escassez de experiência e estudos com este tipo de projetos, no futuro em parceria com a ESS | P. Porto serão criadas linhas de investigação científica sobre esta temática.

Para aceder ao INZONE é necessário contactar previamente o FC Porto, através do seguinte e-mail: suporte@fcporto.pt. Posteriormente, o acesso à sala sensorial será feito pelo elevador 11.

+ notícias: Desporto

Euro2024. Prenda austríaca dita triunfo 'suado' da França na estreia 

A França começou esta segunda-feira com um triunfo a sua participação no Campeonato da Europa de futebol de 2024, ao vencer a Áustria por 1-0, graças a um autogolo, em encontro do Grupo D, disputado em Dusseldorf, na Alemanha.

Tenista portuense triste pela derrota, mas orgulhoso pelo trajeto até à final no challenger de Bratislava

O tenista português Henrique Rocha confessou hoje ter ficado “triste” pela derrota na final do challenger de Bratislava, mas assegura estar “feliz” pelo torneio que fez na terra batida eslovaca, antes de iniciar a preparação para Wimbledon.

Pinto da Costa diz que "o campeonato se decidiu em três sítios"

Jorge Nuno Pinto da Costa diz que há três jogos que definem o campeonato deste ano. O presidente do FC Porto falou esta segunda-feira ao Jornal 'O Jogo'.