Construção do BRT em Braga já tem data de previsão

Construção do BRT em Braga já tem data de previsão
DR
| Norte
Porto Canal/ Agências

A construção do sistema de BRT ('Bus Rapid Transit', também conhecido por metrobus) na cidade de Braga vai arrancar no início do primeiro semestre de 2025, anunciou o município.

Em comunicado, o município refere que a inclusão do projeto na última revisão do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) possibilitou alocar 100 milhões de euros ao BRT de Braga, um valor que corresponde a 66,6% do orçamento do projeto.

Aquele valor financiará a construção de duas das quatro linhas do BRT, numa extensão de 12,2 quilómetros.

Uma das linhas ligará o Minho Center à Estação de Caminhos de Ferro e a outra a Universidade do Minho e o hospital.

Posteriormente, prevê-se que o projeto se expanda para outras duas linhas, numa extensão total de 22,5 quilómetros.

O investimento total ascende a 150 milhões de euros.

Segundo o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, o município está "fortemente empenhado" na transição da mobilidade urbana, no sentido de assegurar a sustentabilidade ambiental no concelho e contribuir para esse objetivo a nível nacional.

"O sistema BRT, pela sua modernidade, fiabilidade, frequência e rapidez de circulação, vai garantir maior atratividade, sobretudo na malha urbana, onde serve a maior parte da população", referiu.

O projeto já conheceu várias etapas, como o Estudo Preliminar de Apoio à Decisão (em abril de 2021), a recolha dos dados da rede móvel (fevereiro de 2022), o estudo de procura para a Implementação do BRT (novembro de 2022), a contagem de tráfego em 49 cruzamentos, (dezembro de 2022) e o estudo de inserção urbana (entre 2023 e 2024).

Como próximos passos, Ricardo Rio adiantou que vai agora ser lançado o concurso para o estudo prévio, a que se seguirá o projeto de conceção e implementação, que terá a duração prevista de cerca de seis meses, arrancando depois a construção.

Para Ricardo Rio, o BRT "é a solução mais económica, atrativa e de rápida implementação" e tem uma "forte componente de regeneração urbana, uma vez que Braga foi projetada com verdadeiras autoestradas urbanas", com trânsito de concelhos limítrofes que atravessam a cidade.

"Um dos grandes desafios da implementação do BRT é a humanização desses espaços, ou seja, vamos utilizar este projeto para abrandar o trânsito, criar condições de circulação para peões e para modos suaves de mobilidade, suprimir os atravessamentos em túnel e viaduto e criar zonas de atravessamento mais seguras e acessíveis", disse ainda.

+ notícias: Norte

“Fui ao mar buscar água para lavar a louça”. 14 pessoas vivem sem água e luz no parque de campismo de Cortegaça

Sem acesso a água potável e eletricidade. É assim que 14 pessoas ainda vivem no parque de campismo de Cortegaça, no concelho de Ovar. Dívidas contraídas pela anterior gestão da infraestrutura estão na origem de um problema cuja solução, mais de meio ano depois, poderá chegar já no final do mês de abril.

Homem desaparecido há mais de um mês encontrado morto em habitação devoluta em Braga

Um cadáver foi encontrado, na tarde desta quinta-feira, no interior de uma habitação devoluta na Rua Cidade do Porto, em Braga. 

Vítima encarcerada após despiste na A28

O despiste de um veículo ligeiro, na A28, na saída de Outeiro, em Viana do Castelo, deixou na tarde desta quinta-feira, uma mulher de 45 anos encarcerada.