Acidentes com Metro preocupam IL de Gaia

Acidentes com Metro preocupam IL de Gaia
| Norte
Porto Canal

A notícia dos atropelamentos provocados pelas composições do metro na Avenida da República, em Vila Nova de Gaia, e que ocorreram nos primeiros dias do ano, estão a provocar preocupação no núcleo gaiense da Iniciativa Liberal.

Através de um comunicado a que o Porto Canal teve acesso, o grupo de coordenação local dos liberais expressa a sua inquietação face aos incidentes que foram amplamente noticiados nas últimas semanas. Entre eles conta-se o atropelamento de um idoso no Jardim do Morro, a 11 de janeiro, e um novo atropelamento, quatro dias mais tarde, entre as estações de Santo Ovídio e D. João II. Os dois casos foram noticiados em primeira mão pelo Porto Canal.

Recuperando um histórico de acidentes na linha Amarela, com destaque para dois atropelamentos mortais desde 2010 e várias vítimas feridas com gravidade, o comunicado dá nota de uma proposta levada à Assembleia Municipal pela Iniciativa Liberal, a 23 de novembro, propondo a instalação de barreiras de segurança ao longo do canal do Metro do Porto, uma medida estimada entre os 1,5 e os 2 milhões de euros e que, segundo a IL, representa 0,74% do Orçamento Municipal de Vila Nova de Gaia para 2024.

Defendendo que a instalação destas barreiras permitiria diminuir o risco de atropelamentos, passando o atravessamento a ser feito apenas nos locais autorizados para o efeito, com o impacto da medida a ser também sentido no aumento da “velocidade média de circulação do sistema do Metro do Porto”, naquele que é um dos troços “mais lentos de toda a rede”.

Tecendo duras críticas a Eduardo Vítor Rodrigues, que é acusado de montar um “espetáculo de stand-up comedy” em plena assembleia municipal, os liberais lamentam que a proposta não tenha sido acompanhada por PS, PSD, BE, CDU, CDS-PP e Chega.

Considerando que “uma vida, independentemente de sua origem, condição ou circunstâncias, possui um valor intrínseco e inestimável, que transcende quaisquer métricas ou estatísticas”, o grupo de coordenação local frisa que os eventos recentes demonstram “a validade e a necessidade urgente da avaliação das referidas barreiras de segurança”.

+ notícias: Norte

Obra da Linha Rubi do metro corta rotunda Edgar Cardoso em Gaia durante dois anos

As obras da futura Linha Rubi (H) do Metro do Porto vão arrancar "em força" em Vila Nova de Gaia a partir de sexta-feira, cortando a rotunda Edgar Cardoso durante dois anos, revelou a transportadora esta segunda-feira.

Maior fabricante mundial de torres eólicas emprega mais de 1200 pessoas em Aveiro 

A empresa sul-coreana CS Wind vai inaugurar no dia 22 de maio uma nova unidade de produção na zona portuária de Aveiro. A nova infraestrutura do líder mundial de torres eólicas representou um investimento de 120 milhões de euros.

Queda da Farfetch não compromete construção da “Nova Califórnia” em Matosinhos

A Castro Group, empresa responsável pela criação do Fuse Valley, em Matosinhos, num investimento conjunto de 200 milhões de euros com a Farfetch, avança que o projeto está em fase final do processo de licenciamento do loteamento, aguardando aprovação “a qualquer momento”.