Protesto da PSP em Matosinhos junta quase 80 elementos em luta por melhores salários 

Protesto da PSP em Matosinhos junta quase 80 elementos em luta por melhores salários 
| Norte
Porto Canal

Elementos da PSP continuam, esta quinta-feira, em protesto por melhores condições salariais e de trabalho, após centenas de agentes se terem concentrado na segunda-feira frente ao Parlamento e à Câmara do Porto e de comandos terem parado as viaturas. Desta feita, a paralisação ocorreu na esquadra da PSP de Matosinhos, onde quase 80 profissionais demonstraram o seu desagrado pelo atual panorama. 

A contestação dos elementos da PSP teve início após o Governo ter aprovado, em 29 de novembro de 2023, o pagamento de um suplemento de missão para as carreiras da Polícia Judiciária que, em alguns casos, pode representar um aumento de quase 700 euros por mês.

Os agentes da PSP consideram que estão a ser alvo de um “tratamento desigual e discriminatório”. A direcção nacional da PSP já se reuniu de emergência para analisar a situação.

+ notícias: Norte

Matosinhos e CCDR-N querem abrir ao público Quinta de São Gens

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e a Câmara de Matosinhos querem abrir ao público a Casa e Quinta de São Gens, em Matosinhos, como um Parque de Natureza e Cultura, anunciaram esta quarta-feira.

Vai nascer laboratório de investigação no antigo Raf Park em Matosinhos

A Câmara de Matosinhos quer construir um laboratório de investigação ambiental e agrícola, no local onde estava situado o antigo Raf Park, em Santa Cruz do Bispo.

Já há cinco praias no Norte com vigilância fora de época. Federação estende apelo a todo o país

A Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores insiste para que a vigilância nas praias se estenda para além da época balnear, em todo o país.