Muralha da Fortaleza de Valença ruiu há um ano, mas obras de requalificação ainda não começaram

Muralha da Fortaleza de Valença ruiu há um ano, mas obras de requalificação ainda não começaram
| Norte
Porto Canal

Parte da muralha da Fortaleza de Valença ruiu no primeiro dia do ano de 2023. 373 depois, nada mudou. O incidente ocorreu perto do parque de estacionamento do município de Viana do Castelo, não sendo ainda claro quando vai arrancar a recuperação do monumento classificado como Património Nacional desde 1928 e que está atualmente sob a tutela do Ministério das Finanças.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

A fortaleza do século XVII, principal ex-líbris da cidade, é anualmente visitada por mais de dois milhões de pessoas.

O monumento nacional assume particular importância pela dimensão, com uma extensão de muralha de 5,5 quilómetros, e pela história, tendo sido, ao longo dos seus cerca de 700 anos, a terceira mais importante de Portugal.

José Manuel Carpinteira, presidente da Câmara de Valença, afirmou há cerca de um ano, em entrevista ao Porto Canal, que os prejuízos representam cerca de 5,5 milhões de euros, tendo em conta o valor provisório de dois milhões de euros, referente ao derrube da muralha. Perante estes números, o autarca exigiu a intervenção do Governo. E assim foi. O Estado deu a conhecer, a 13 de janeiro de 2023, que iria financiar integralmente as obras de recuperação.

No entanto, um ano depois, ainda está tudo no mesmo sítio.

No primeiro dia do ano de 2024, o presidente da Câmara de Valença escreveu um post na rede social Facebook onde dava a indicação que as obras iam começar ainda este mês. “Um ano depois, temos projeto, já adjudicámos a obra, estando apenas pendente do visto do Tribunal de Contas para avançar. Contamos iniciar a reconstrução do pano de muralha do Baluarte de São José, até final de janeiro, com um prazo de execução de cerca de 9 meses e um investimento previsto de 1,4 milhões de euros”, revela José Manuel Carpinteira.

+ notícias: Norte

“Ato fora da lei”. Homem atravessa o Rio Douro numa corda perante desconhecimento das autoridades

Um homem foi filmado, durante a tarde deste sábado, a atravessar o Rio Douro num cabo que liga a margem de Vila Nova de Gaia ao Porto. Contactada pelo Porto Canal, a nona esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto assegurou, inicialmente, tratar-se este de um evento que decorre durante o fim-de-semana, um cenário refutado momentos depois.

Golfinho ferido com gravidade resgatado na Ria de Aveiro pela GNR

Um golfinho foi resgatado das pedras do molhe do Norte na Barra de Aveiro, no dia 9 de abril, por uma Unidade de Controlo Costeiro e de Fronteiras (UCCF) da Guarda Nacional Republicana.

Suspensas buscas do jovem desaparecido no mar da praia da Costa Nova 

AS buscas do jovem de 19 anos que desapareceu este domingo no mar da praia da Costa Nova, em Ílhavo (Aveiro), vão ser suspensas ao final do dia, anunciou a Autoridade Marítima Nacional.