Véspera de feriado marcada por longas filas de trânsito no Porto

Véspera de feriado marcada por longas filas de trânsito no Porto
Foto: Porto Canal
| Porto
Porto Canal

Ao final da tarde desta véspera de feriado, a cidade do Porto está a ser afetada pelos habituais constrangimentos no trânsito.

Na Via de Cintura Interna (VCI), há fila entre Bonjoia e a saída para a A3, no sentido Freixo-Arrábida e, mais à frente, há paragens entre o nó de Francos e a Ponte da Arrábida. No sentido oposto, regista-se trânsito lento entre Canidelo e a saída para a A3.

Na A3, há demora no acesso à VCI, desde o nó com a A4, no sentido Norte-Sul.

Na AEP há trânsito lento nos dois sentidos, intensificado por dois acidentes. No sentido Norte-Sul há registo de um acidente entre um pesado de mercadorias e um ligeiro de passageiros.

No sentido oposto, um choque em cadeia entre quatro veículos está a condicionar a circulação numa das vias.

Na EN14, há fila desde a Maia até à VCI e em Águas Santas no acesso à VCI e à Circunvalação.

Regista-se ainda trânsito lento na A29, na Via Norte e na Ponte do Infante.

De acordo com informações avançadas pela plataforma de reporte de trânsito TomTom, esta quinta-feira os condutores demoram cerca de 25 minutos a percorrer 10 km, mais sete minutos do que nos restantes dias.

+ notícias: Porto

Alojamento é dificuldade cada vez maior para estudantes sem bolsa no Porto

O custo do alojamento continua a ser a maior dificuldade para os estudantes universitários em Lisboa e no Porto, e para as famílias de classe média sem acesso à bolsa, alertam federações académicas.

Na semana em que os combustíveis estão em modo 'sobe' e 'desce', onde é mais barato atestar no Grande Porto?

A próxima semana começa com ligeiras alterações nos preços dos combustíveis.

O tempo no Grande Porto vai mudar? Saiba com o que contar na primeira semana de março

Segundo a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se, a partir desta segunda-feira, períodos de chuva, céu muito nublado, queda de neve nas terras altas, acima dos 1000/1200 metros e uma pequena subida da temperatura, em particular a mínima no interior Norte.