Marcelo admite convidar jovem para Conselho de Estado para "renovar" democracia

Marcelo admite convidar jovem para Conselho de Estado para "renovar" democracia
| País
Porto Canal / Agências

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira que o maior desafio para a democracia é a sua renovação, alertando para o perigo se se estar a perder terreno internamente, comparando com outras democracias.

“A democracia tem que se construir todos os dias” e quando esse “desafio diário” não é cumprido “está-se a perder terreno internamente comparativamente a outras democracias”, afirmou esta sexta-feira o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Em Óbidos, onde presidiu às comemorações dos 50 anos da reunião conspirativa realizada pelo Movimento dos Capitães naquela vila, o presidente vincou a necessidade de renovação da democracia, lamentando que embora os jovens sejam muito participativos nas áreas culturais, ambientais e sociais, “infelizmente [não o são] em centros de decisão política, ou administrativa ou económica, como no futuro se espera que sejam”.

Lembrando ter aos 20 anos “votado uma Constituição”, o Presidente criticou que atualmente haja cargos decisórios vedados a pessoas por serem consideradas “muito novas”, e admitiu como "uma hipótese bastante plausível" convidar um jovem para o Conselho de Estado “se houver essa oportunidade”.

"Não podemos deixar envelhecer a democracia" sublinhou, apontando como “crucial” o papel “da mulher, dos jovens e dos imigrantes, que são 700 mil, vários com dupla nacionalidade e praticamente não há nenhum, ou há muito poucos em posições políticas e administrativas importantes”.

O Presidente falava em Óbidos, à margem da comemoração dos 50 anos da reunião de Óbidos, promovida pela Comissão Comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril.

+ notícias: País

Conheça a chave do EuroDreams desta segunda-feira

Já é conhecida a chave do EuroDreams desta segunda-feira

Portugal perdeu mais de 70 mil tanques de água. Lisboa foi a pior região

A Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) divulgou os números do desperdício de água, a nível nacional, relativos ao ano de 2022. Foram contabilizadas menos 6,8% de perdas em relação a 2021, mas ainda há 76 concelhos em nível insatisfatório.

Monkeypox: 238 casos detetados em Portugal desde junho

Cerca de 240 casos de Mpox foram detetados em Portugal desde 01 de junho do ano passado, revela um balanço da Direção-Geral da Saúde (DGS), segundo o qual o surto continua ativo, mas com tendência decrescente.