Augusto Santos Silva apoia candidatura de José Luís Carneiro à liderança do PS

Augusto Santos Silva apoia candidatura de José Luís Carneiro à liderança do PS
| País
Porto Canal

Augusto Santos Silva apoia a candidatura de José Luís Carneiro à liderança do Partido Socialista (PS).

A confirmação do atual presidente da Assembleia da República foi feita, na noite desta quarta-feira, em entrevista à RTP.

"Eu apoio a candidatura de José Luís Carneiro", afirmou, ressalvando que o faz por "três razões essenciais". 

"Parece-me ser o que melhor representa o PS, o espaço político do PS, o partido de gente do centro-esquerda e da esquerda progressista, com consciência social e europeísta e moderada", completou Santos Silva. 

Além do governante, o ex-ministro da Educação, da Cultura, dos Assuntos Parlamentares, da Defesa Nacional, dos Negócios Estrangeiros mostam-se a favor da candidatura de Carneiro. 

Ao que o jornal Público apurou, o atual ministro das Finanças, Fernando Medina, também vai apoiar a candidatura de José Luís Carneiro. 

Recorde-se que o militante do Partido Socialista, atual ministro da Administração Interna, José Carneiro, apresentou, este sábado, em Coimbra, a candidatura à liderança do partido político, consciente de que “é imprescindível que o PS saiba dar uma resposta à altura das suas responsabilidades”.

+ notícias: País

Mais de 200.000 eleitores podem já votar este domingo 

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, é um dos mais de 200 mil eleitores que se inscreveram para o voto antecipado, este domingo, uma semana antes do dia das legislativas.

Segundo satélite português lançado para o espaço esta segunda-feira

O segundo satélite português vai ser lançado para o espaço na segunda-feira, a partir dos Estados Unidos, para observar os oceanos durante três anos.

Marcelo vota antecipadamente e pede que se pondere voto eletrónico

O Presidente da República apelou aos portugueses para que votem este domingo e no dia 10, evitando a tendência de aumento de abstenção que se verifica noutros países, e pediu que se ponderasse sobre o voto eletrónico.