Encontrada com vida mulher desaparecida em Monção

Encontrada com vida mulher desaparecida em Monção
| Norte
Porto Canal / Agências

A mulher de 68 anos dada como desaparecida, em Monção, na quarta-feira foi encontrada esta sexta-feira pelas 09h54, “com sinais de alguma hipotermia, mas estável”, disse o comandante dos bombeiros.

Em declarações à agência Lusa, o comandante dos Bombeiros de Monção, no distrito de Viana do Castelo, José Passos adiantou que a mulher, que sofre de Alzheimer, foi encontrada “num pinhal a cerca de dois quilómetros do local onde desapareceu, no lugar de Gandra, freguesia de Mazedo”.

“Está na ambulância a ser estabilizada e a ser avaliada. Deverá ser encaminhada para o hospital para ser reavaliada”, adiantou.

Na quarta-feira, José Passos, referiu que a mulher desapareceu cerca das 14h00, quando se encontrava junto de familiares no lugar de Gandra, freguesia de Mazedo.

“A senhora estava junto de familiares que se encontravam a trabalhar numa obra de construção. Desapareceu sem que se tivessem apercebido. Iniciaram as buscas e, às 16h40, alertaram a proteção civil”, especificou José Passos.

As operações de busca foram suspensas na quinta-feira às 20h35 e retomadas esta sexta-feira às 08h00.

+ notícias: Norte

Casal de idosos encontrado morto em casa em Viseu

Um homem, de 80 anos, e uma mulher, de 77, foram esta segunda-feira encontrados mortos em casa em Mortágua, distrito de Viseu, adiantou à agência Lusa fonte da GNR, acrescentando que a situação envolveu uma arma de fogo.

Guimarães quer criar polo tecnológico no setor espacial 

A cidade de Guimarães vai implementar um plano estratégico para a criação de um ‘Space Hub’, um polo tecnológico que visa a promoção do setor espacial, nomeadamente das tecnologias relacionadas com o ‘Novo Espaço’ (New Space).

A28 reabre nove horas após acidente em Vila do Conde

A Autoestrada A28 reabriu ao trânsito pelas 16h00 no sentido Porto - Viana do Castelo, após ter estado praticamente nove horas cortada devido a um acidente de um camião que transportava automóveis, confirmou fonte oficial da GNR à Lusa.