Zelensky diz que Portugal tem voz política importante

Zelensky diz que Portugal tem voz política importante
| Mundo
Porto Canal/Agências

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, defendeu esta quarta-feira que a "voz de Portugal é politicamente importante" e agradeceu a visita do homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, a Kiev.

"A voz de Portugal é politicamente importante", disse Zelensky em conferência de imprensa, na cimeira da Plataforma da Crimeia, em Kiev.

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, sentou-se entre os jornalistas a ouvir a conferência de imprensa do homólogo ucraniano.

Zelensky acrescentou que Portugal apoiou a Ucrânia desde o início da invasão da Rússia e que está ao lado das autoridades ucranianas "na responsabilização" da Rússia pelo crime de agressão.

O chefe de Estado ucraniano agradeceu o apoio de países como Portugal em várias áreas, por exemplo munições.

"A vitória no campo de batalha é importantíssima, há pessoas a morrer e os países estão a ajudar", comentou Zelensky, na véspera de se cumprir um ano e meio de guerra na Ucrânia, invadida pela Rússia em 24 de fevereiro de 2022.

+ notícias: Mundo

Ex-membro da máfia de Nova Iorque escreve livro dirigido a empresários

Lisboa, 06 mai (Lusa) -- Louis Ferrante, ex-membro do clã Gambino de Nova Iorque, disse à Lusa que o sistema bancário é violento e que escreveu um livro para "aconselhar" os empresários a "aprenderem com a máfia" a fazerem negócios mais eficazes.

Secretário-geral das Nações Unidas visita Moçambique de 20 a 22 de maio

Maputo, 06 mai (Lusa) - O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, vai visitar Moçambique de 20 a 22 de maio, a primeira ao país desde que assumiu o cargo, em 2007, anunciou o representante do PNUD em Moçambique, Matthias Naab.

Síria: Irão desmente presença de armas iranianas em locais visados por Israel

Teerão, 06 mai (Lusa) - Um general iraniano desmentiu hoje a presença de armas iranianas nos locais visados por Israel na Síria, e o ministro da Defesa ameaçou Israel com "acontecimentos graves", sem precisar quais, noticiou o "site" dos Guardas da Revolução.