António Costa pede "esforço comum de todos" para melhorar salários

António Costa pede "esforço comum de todos" para melhorar salários
| País
Porto Canal

O primeiro-ministro, António Costa, disse este sábado que a atual “crise inflacionista” e a “interrupção do crescimento do rendimento” são as maiores ameaças à “continuação do crescimento da economia” e pediu um “esforço” às empresas para melhorar salários.

“Esta crise inflacionista e esta interrupção do crescimento do rendimento são a maior ameaça que temos à continuação do crescimento da nossa economia. Sim, é preciso que a economia cresça para os salários crescerem, mas o crescimento dos salários faz também crescer a economia. E é por isso que através dos salários nós temos uma política de rendimentos”, sublinhou o secretário-geral do Partido Socialista, no discurso de último dia do congresso da Tendência Sindical Socialista.

António Costa prosseguiu o discurso, ao sublinhar as medidas dos sucessivos governos que liderou desde 2015 e fez uma comparação com o país da época de Pedro Passos Coelho. “Hoje as famílias pagam menos dois mil milhões de euros por ano de IRS do que o que pagavam em 2015. Hoje as famílias que têm filhos têm os manuais escolares gratuitos. Hoje as famílias que têm crianças que nasceram nos últimos dois anos têm creche gratuita. Hoje, sobretudo nas áreas metropolitanas, o passe único reduziu muito significativamente o custo com transporte público”, explicou.

O primeiro-ministro falou ainda das medidas do programa Mais Habitação, aprovadas em Conselho de Ministros na quinta-feira, e todas as “medidas extraordinárias” adotadas “quer no período da pandemia de Covid-19, quer no ano passado, quer as que estão a ser adotadas este ano”.

+ notícias: País

Autoridade Tributária alerta para mensagens fraudulentas

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou para mensagens de correio eletrónico de cariz fraudulento e que se assumem como sendo provenientes deste organismo.

Redes sociais são "tábua de salvação" para pessoas com problemas psicológicos sem recursos

O psiquiatra João Carlos Melo considera que as redes sociais são uma "tábua de salvação" para pessoas com ansiedade e depressão sem resposta no setor público, nem dinheiro para consultas privadas, encontrando na internet estratégias para estes problemas.

FC Porto vai ter jogo difícil frente a Belenenses moralizado afirma Paulo Fonseca

O treinador do FC Porto, Paulo Fonseca, disse hoje que espera um jogo difícil em casa do Belenenses, para a 9.ª jornada da Liga de futebol, dado que clube "vem de uma série de resultados positivos".