Nove mil polícias vão assegurar vigilância ao Papa na Jornada Mundial da Juventude

Nove mil polícias vão assegurar vigilância ao Papa na Jornada Mundial da Juventude
Lusa
| País
Porto Canal

A Direção-Nacional da PSP vai reforçar o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) com pelo menos mais dois mil agentes, vindos de todo o país, para integrarem a equipa de segurança da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa.

Segundo a notícia avançada pelo ‘Correio da Manhã’ na edição desta terça-feira, o Cometlis conta com cerca de sete mil agentes e com os agentes adicionais para o plano de segurança da JMJ, passam a nove mil efetivos da PSP.

Cerca de metade desta força estará empenhada na vigilância ao Papa Francisco durante o evento onde são esperados 1,5 milhões de visitantes.

Tal como adiantou o ‘Correio da Manhã’, o plano de segurança está a ser desenvolvido pelo Departamento de Operações da PSP que irá contar com os comandos do Porto, Braga, Setúbal e Faro, os maiores comandos da PSP a seguir a Lisboa.
A Direção-Nacional da PSP espera, em breve, chegar ao número final de agentes que se terão de deslocar para assegurar a operação de segurança da JMJ.

A PSP estabeleceu que durante o período de 24 de julho e 7 de agosto nenhum operacionais pode gozar dias de descanso. Já a GNR ditou esse impedimento para os dias 26 de julho e 9 de agosto.

+ notícias: País

Mais de 200.000 eleitores podem já votar este domingo 

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, é um dos mais de 200 mil eleitores que se inscreveram para o voto antecipado, este domingo, uma semana antes do dia das legislativas.

Segundo satélite português lançado para o espaço esta segunda-feira

O segundo satélite português vai ser lançado para o espaço na segunda-feira, a partir dos Estados Unidos, para observar os oceanos durante três anos.

Marcelo vota antecipadamente e pede que se pondere voto eletrónico

O Presidente da República apelou aos portugueses para que votem este domingo e no dia 10, evitando a tendência de aumento de abstenção que se verifica noutros países, e pediu que se ponderasse sobre o voto eletrónico.