Identificado o homem morto com extrema violência no centro do Porto

Identificado o homem morto com extrema violência no centro do Porto
| Porto
Porto Canal

Um homem foi encontrado já sem vida no interior do estabelecimento comercial que detinha, no centro do Porto, na noite da passada sexta-feira. Os sinais de elevada violência no cadáver levaram a que o caso transitasse para a Polícia Judiciária.

De acordo com o Jornal de Notícias, a vítima é um empresário e ex-modelo bastante conhecido na zona de Cedofeita, Henrique Winkel Veiga.

O alerta terá sido dado depois das 20h00 da passada sexta-feira, tendo o homem sido encontrado, já sem vida, por uma amiga, no interior do estabelecimento que detinha, na rua da Torrinha, e onde também residia.

A Polícia de Segurança Pública esteve no local mas os sinais de violência fizeram com que o caso ficasse sob a tutela da Polícia Judiciária.

+ notícias: Porto

Centro de apoio a sem-abrigo apela a revisão do plano de contingência do Porto

O Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA) do Porto apelou esta quinta-feira à alteração do plano de contingência municipal, por considerar “redutor” o critério da temperatura mínima de 3 graus Celsius que determina a sua ativação.

Proposta de criminalização do consumo de droga “não é feliz”, defende membro do grupo municipal de Rui Moreira

Pedro Schuller, membro da Assembleia Municipal eleito pelo “Porto, o Nosso Movimento”, considera que a proposta apresentada por Rui Moreira para a criminalização do consumo de droga [em espaços públicos] não “foi feliz ou adequeada”. O jovem dirigente da Iniciativa Liberal considera que “Portugal é um caso de sucesso, precisamente por tratar a droga como um problema de saúde pública e não como um problema legal”. Sobre a moção, aprovada pelo executivo na semana passada, diz que o objetivo de alertar para a problemática da droga no Porto “foi conseguido” mas que, “com mais cuidado, o objetivo tinha sido cumprido de uma forma mais consequente”.

Brasília será reabilitado para tornar-se “shopping de comércio de rua”

O Brasília vai ser reabilitado e vai tornar-se um “shopping de comércio de rua”. Durante o processo os comerciantes vão poder continuar a trabalhar, uma vez que será feito por fases.