Santo Tirso: Condutores revoltados com buracos na N105

Santo Tirso: Condutores revoltados com buracos na N105
| Norte
Porto Canal

As obras decorrem há já vários meses. A Estrada Nacional 105, em Santo Tirso, foi aberta pela Águas do Norte devido à instalação da rede pública de abastecimento. Os condutores queixam-se do mau estado da via e dos constantes condicionamentos de trânsito.

Quem passa diariamente na Nacional 105, em Santo Tirso, fala numa situação “lastimável”. A instalação da rede pública de abastecimento de água obrigou à abertura da via, que está a ser intervencionada desde fevereiro deste ano. As placas de sinalização de perigo não evitam a passagem pelos buracos e alguns condutores preferem até andar em contramão para evitar os estragos. “Andamos nisto, semáforos aqui, semáforos ali e tudo cheio de buracos. A estrada não está nada segura”, conta um dos condutores.

As obras levaram à colocação de semáforos temporários devido ao fecho de uma das vias. Na fila ouvem-se várias críticas, desde as relativas à segurança da estrada até aos condicionamentos de trânsito. “Esta estrada está uma vergonha, já devia estar pronta há muito tempo, isto já está aqui desde a primavera”, explica José Guimarães. Também Glória Costa fala na demora da intervenção e nos danos que pode causar aos veículos. “Isto arrebenta com tudo, num instante se fura um pneu, depois quero saber de quem é a responsabilidade”, diz.

Contactada pelo Porto Canal, a Águas do Norte esclarece que a intervenção na N105 “corresponde a três empreitadas distintas, com intervenções faseadas” e que a conclusão está prevista para fevereiro de 2023. Já sobre a reparação do pavimento, a empresa de abastecimento de água diz que “para mitigar os eventuais incómodos na circulação automóvel, está a ser colocado o respetivo pavimento provisório”.

A Câmara Municipal de Santo Tirso diz que por se tratar de uma situação “grave” a autarquia tapou alguns buracos até à conclusão da obra de pavimentação. Sobre os constrangimentos causados aos condutores, diz não serem da responsabilidade da autarquia mas da Águas de Portugal.

 

+ notícias: Norte

Ministra diz não existir nenhuma objeção para que barragens paguem IMI

A ministra da Coesão Territorial disse esta sexta-feira não existir da parte do Governo "nenhuma objeção a que as barragens paguem IMI" e que essa receita poderá ser "importante" para futuros investimentos públicos infraestruturantes.

Viana do Castelo. Duas pessoas encarceradas em choque em cadeia no acesso à A28

Duas pessoas ficaram encarceradas, na tarde desta sexta-feira, na sequência de um choque em cadeia entre cinco veículos, na variante IC1, no acesso à A28, em Viana do Castelo. 

Câmara de Braga transfere mais de 250 mil euros para obras nas freguesias

A Câmara de Braga vai atribuir apoios financeiros de mais de 250 mil euros para a realização de obras em diversas freguesias do concelho, assim como 63 mil euros à Associação Musical Sinfionetta de Braga. As proposta estarão em discussão na próxima Reunião do Executivo Municipal, a realizar na próxima segunda-feira.