Greve na Portway levou ao cancelamento de 118 voos no Porto e em Lisboa

| País
Porto Canal / Agências

A greve dos trabalhadores da Portway, que se iniciou esta sexta-feira e se prolonga até domingo, levou ao cancelamento de 118 voos no Porto e em Lisboa, adiantou Rita Reis, diretora de recursos humanos do grupo.

Em declarações à Lusa, a responsável reiterou que a adesão à greve ronda os 10%, mas avisou que esta “parece uma taxa de adesão baixa, mas é uma greve setorial, e, portanto, está muito localizada em departamentos específicos que conseguem ter um impacto forte na operação”.

Rita Reis voltou a rejeitar as acusações do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (Sintac), garantindo que a “Portway não contrata serviços externos para substituir grevistas nem o pode fazer. Quem o pode fazer legalmente são as companhias aéreas e o aeroporto”, referiu.

O pré-aviso lançado pelo Sintac prevê a paralisação geral dos trabalhadores da empresa de assistência em terra, nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Madeira, com início às 00:00 de hoje e fim às 24:00 de domingo.

+ notícias: País

Ameaça de bomba na sede do Chega em Lisboa

O edifício da sede do Chega, em Lisboa, foi esta quinta-feira evacuado depois de um homem ter entrado alegando ter uma bomba, confirmou à Lusa a PSP, que o intercetou e ativou o centro de inativação de explosivos.

Governo volta a reunir-se com estruturas da PSP e GNR descontentes com proposta

A ministra da Administração Interna volta esta quinta-feira a reunir-se com os sindicatos da PSP e associações da GNR por causa do suplemento de missão, depois de há uma semana ter apresentado uma nova proposta que desagradou aos polícias.

Portugal defende reconhecimento internacional da Palestina na ONU

A representante permanente de Portugal na ONU, Ana Paula Zacarias, considera "muito importante" o reconhecimento internacional da Palestina nas Nações Unidas, admitindo estar convicta de que esse "dossiê evoluirá", mesmo após a oposição norte-americana.