Bióloga portuguesa ganha prémio europeu de conservação da natureza

| País
Porto Canal / Agências

Aveiro, 23 mai (Lusa) - A bióloga da Universidade de Aveiro (UA) Milene Matos conquistou hoje o prémio europeu de conservação da Natureza, atribuído pela Federação Europarc, em cooperação com a Fundação Alfred Toepfer.

Intitulado "Alfred Toepfer Natural Heritage Scholarships", o prémio tem por objetivo galardoar jovens conservacionistas com provas dadas na área da conservação da natureza, em particular nas áreas protegidas da Europa.

Segundo a Universidade de Aveiro, é a primeira vez que o prémio é atribuído a um conservacionista português pela Europarc, uma das mais importantes instituições europeias no que toca à gestão e conservação da natureza e que representa 365 membros entre departamentos governamentais, Organizações Não Governamentais e áreas protegidas de toda a Europa.

"Receber este prémio significa o reconhecimento pelo duro trabalho na área da conservação e um voto de esperança", congratulou-se Milene Matos, investigadora de pós-doutoramento no Departamento de Biologia (DBio) da UA, após saber o resultado.

Milene Matos tem trabalhado em diversas áreas protegidas portuguesas, com especial incidência na Mata do Buçaco e região Centro, onde a conservação da biodiversidade foi o principal enfoque do seu doutoramento.

Conta também com um vasto currículo na área da comunicação de ciência e educação ambiental, tendo já apresentado trabalhos em mais de 50 encontros científicos nacionais e internacionais e publicado diversos livros e artigos de divulgação de ciência.

"O galardão premeia o trabalho de todos os portugueses que diariamente lutam por um mundo melhor, uma árvore de cada vez, e mostra que podemos ousar sonhar e conquistar, que temos qualidade. Estou muito orgulhosa por poder representar o trabalho do meu país numa área tão delicada e difícil, a da conservação da natureza", disse a jovem bióloga.

O prémio financia trabalhos de investigação em áreas protegidas europeias, em países que não o de residência do candidato. Neste caso, Milene Matos irá trabalhar em Espanha, no Parque Regional del Sureste, num tema que concilia a conservação com a ética, no contexto particular do controlo de espécies exóticas invasoras.

O prémio será entregue a 01 de outubro, em Killarney (Irlanda) durante a conferência anual Europarc.

MSO // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

TAP: "Reconhecemos que não estamos a oferecer serviço de excelência"

Christine Ourmières-Widener, presidente executiva da TAP, reconheceu, esta segunda-feira, que a companhia aérea não "está a oferecer o serviço de excelência" que planeou, face à crise que o transporte aéreo atravessa e que "este fim de semana não foi fácil para a TAP devido a constrangimentos vários". 

31 acusados, 261 crimes violentos. Desfecho do processo 'No Name Boys' adiado

A leitura do acórdão do julgamento de 31 elementos ligados à claque do Benfica 'No Name Boys' estava prevista para esta segunda-feira, depois do anúncio feito no final de março, pelo coletivo de juízes no Tribunal Judicial de Sintra, mas foi adiada para dezembro. Em causa estão vários ataques violentos perpetrados pela ala 'Casuals' da claque, entre os quais a a agressão a um adepto do Sporting CP, em maio de 2020, no Estoril, mas também o ataque "à pedrada" do autocarro da equipa do Benfica, na noite de 4 de junho, e o vandalismo na casa de Bruno Lage.

Taxas de retenção e abandono escolar sobem em todos os níveis de ensino, à exceção do 12.º ano

É a primeira vez em oito anos que as taxas de retenção e abandono escolar, sobem em todos os níveis de ensino, à exceção do 12º ano. Ao que apurou o Porto Canal, em 2020/21, a percentagem de alunos que não terminou o ano letivo voltou aos níveis antes da pandemia.