Info

Proteção Civil espera desagravamento de condições meteorológicas no final de sábado

Proteção Civil espera desagravamento de condições meteorológicas no final de sábado
| País
Porto Canal com Lusa

As condições meteorológicas adversas devido à passagem da depressão Dora devem manter-se por mais 24 horas, confirmou o novo comandante da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), André Fernandes, que tomou hoje posse.

"Mantemo-nos em estreita articulação com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), mas prevê-se que esta situação demorará mais 24 horas, com desagravamento no final do dia de amanhã [sábado]", afirmou André Fernandes, assinalando a "relativa calma" do ponto de situação sobre os efeitos da depressão Dora em Portugal continental.

Em declarações aos jornalistas após a cerimónia, na qual esteve presente a secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, o dirigente recém-empossado circunscreveu um impacto significativo do mau tempo a algumas regiões, com especial enfoque no Norte e nas terras altas.

"Apenas algumas regiões do Norte, nomeadamente as regiões de Peneda-Perês, Estrela e o distrito de Viseu, têm alguma neve e a afetação normal neste tipo de situações. Há alguma queda de árvores, mas, do ponto de vista geral, estamos a acompanhar a situação e não há nada digno de registo", sintetizou.

Segundo as informações da Proteção Civil, entre as 00:00 e as 12:00 de hoje, registaram-se 144 ocorrências, a maioria relacionadas com a queda de árvores (68) e a desobstrução de vias por causa da neve (44).

O IPMA colocou sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, os distritos de Lisboa e Leiria devido à previsão de agitação marítima forte na sequência dos efeitos da depressão Dora em Portugal continental. Por causa da agitação marítima forte, o IPMA colocou também a costa dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Setúbal, Beja e Faro, o norte da Madeira e Porto Santo sob aviso laranja até às 00:00 de domingo.

Foi também emitido um aviso amarelo para os distritos de Braga, Vila Real, Viana do Castelo, Porto, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco devido à queda de neve acima de 1.400/1.600 metros, descendo gradualmente a cota para 700/900 metros, até às 06:00 de domingo.

Sob aviso amarelo (menos grave) estão ainda os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda e Castelo Branco devido à previsão de vento forte de noroeste, com rajadas até 95 quilómetros por hora nas terras altas até às 06:00 de sábado.

+ notícias: País

Covid-19: Mais 408 casos, cinco mortes e menos 20 pessoas internadas

Portugal tem hoje menos 20 pessoas internadas com covid-19, registando-se 408 casos confirmados de infeção pelo SARS-CoV-2 e mais cinco mortes nas últimas 24 horas, segundo o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Ministra diz que é prematuro falar de pausa na vacina da Janssen

A Ministra da Saúde, Marta Temido, considerou ser ainda muito cedo para comentar a recomendação hoje emitida pelas autoridades de saúde dos Estados Unidos para uma pausa na administração da vacina contra a covid-19 da Janssen.

Variante da África do Sul aumenta em Portugal e gera preocupação

A variante do vírus SARS-CoV-2 identificada na África do Sul está a gerar "alguma preocupação" pelo crescimento recente em Portugal, admitiu hoje o investigador João Paulo Gomes, do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m