Info

Nova obra de Siza e Castanheira na China dá prestígio a Portugal - embaixador

| País
Porto Canal com Lusa

Pequim, 22 nov 2020 (Lusa) - O embaixador português em Pequim considerou hoje que a inauguração da nova obra dos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira na China dá prestígio a Portugal e abre portas aos profissionais do setor.

Erguido na cidade de Ningbo, na costa leste da China, o MoAE - Museu de Arte e Educação é a quarta obra de Álvaro Siza Vieira na China, nos últimos seis anos.

"É um indicador do reconhecimento e apreço deste mercado pelo trabalho do arquiteto", apontou José Augusto Duarte.

O embaixador comparou a projeção do arquiteto português, vencedor de um prémio Pritzker, ao sucesso de Cristiano Ronaldo no futebol ou de Saramago na literatura.

"Entreabre portas à curiosidade por outros profissionais do mesmo ramo e da mesma nacionalidade, beneficia indubitavelmente o prestígio do próprio e do país, mas também põe o patamar de exigência mais elevado aos demais", notou.

O museu, situado junto ao Lago Dongqian, tem cerca de seis mil metros quadrados.

Em vez de escadas, o edifício, com uma altura de 25 metros, tem uma rampa sem barreiras a ligar os cinco andares e é iluminado apenas por janelas situadas no rés-do-chão e no topo do museu.

O edifício é um projeto do grupo privado chinês Huamao Group, cujo presidente, Xu Wanmao, decidiu convidar Siza Vieira a liderar o projeto após visitar o Museu de Arte Contemporânea, que o arquiteto desenhou para a Fundação Serralves, no Porto.

A primeira obra de Siza Vieira na China - um edifício de escritórios, desenhado também em parceria com o arquiteto Carlos Castanheira - foi inaugurado em agosto de 2014, no leste do país.

Na Ásia, a dupla portuguesa tem também vindo a assinar projetos em Taiwan e na Coreia do Sul.

JPI // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 21 mortes nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde março

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.535 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 21 mortes atribuídas à covid-19, registando-se uma ligeira redução dos internamentos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Visitas a lares e unidades de saúde possível com autoteste desde que supervisionado

As visitas a lares de idosos, estruturas de cuidados continuados ou utentes internados em unidades de cuidados de saúde podem ser feitas com recurso a autotestes, realizados no local ou até 24 horas antes, desde que o processo seja supervisionado.

Motorista de ministro da Administração Interna acusado de homicídio por negligência

O motorista do carro onde seguia o ministro da Administração Interna e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6 foi acusado de homicídio por negligência, segundo despacho de acusação do Ministério Público hoje divulgado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.