Info

Covid-19: China com quatro casos nas últimas 24 horas, um em Pequim

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Pequim, 06 jul 2020 (Lusa) - A China identificou quatro casos de covid-19 nas últimas 24 horas, um em Pequim e três oriundos do exterior, anunciaram hoje as autoridades.

Pequim detetou um surto do vírus no início de junho, num mercado abastecedor da capital, somando até à data 334 infetados, segundo dados oficiais.

Os três casos importados foram diagnosticados na região da Mongólia Interior e nas províncias de Shaanxi e Liaoning.

O número de casos ativos no país asiático fixou-se em 405, entre os quais seis em estado grave. A Comissão de Saúde da China não relatou novas mortes em todo o país.

De acordo com os dados oficiais, desde o início da pandemia a China registou 83.557 infetados e 4.634 mortos devido à covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 521 mil mortos e infetou mais de 10,88 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

JPI // MIM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Pfizer atrasa entrega de vacinas na Europa para melhorar produção

O laboratório norte-americano Pfizer advertiu hoje para uma quebra "a partir da próxima semana" nas entregas das vacinas anti-covid na Europa, com vista a melhorar a sua capacidade de produção, anunciaram hoje as autoridades norueguesas.

Itália: PM Conte recebe voto de confiança dos deputados

Roma, 18 jan 2021 (Lusa) -- O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve hoje a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante sem maioria no Senado.

PR de Cabo Verde confiante na assinatura de acordo de mobilidade no espaço CPLP em junho

Bissau, 18 jan 2021 (Lusa) - O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, disse hoje em Bissau que está confiante que o acordo de mobilidade de cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) deverá ser assinado em junho, em Luanda, Angola.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.