Câmara de Coimbra quer abrir "rapidamente" estacionamento no Convento São Francisco

| País
Porto Canal / Agências

Coimbra, 31 mar (Lusa) -- A Câmara de Coimbra quer "pôr em funcionamento o mais rapidamente possível" o parque de estacionamento do Convento de São Francisco, onde está a ser construído o centro de convenções e espaço cultural da cidade.

"Foram dadas indicações aos serviços" do município para diligenciarem no sentido de criarem condições para que aquela área de estacionamento possa ser posta ao serviço "quanto antes", o que implica, designadamente, "resolver algumas insuficiências" que o parque evidencia, disse hoje, durante a reunião da Câmara, o presidente do executivo, Manuel Machado.

Além de servir diretamente o futuro centro, o parque de estacionamento, com cerca de 550 lugares, distribuídos por quatro pisos cobertos (um ao nível do solo e três subterrâneos), também servirá locais de grande afluxo de turistas, na margem esquerda do Mondego, como os conventos de Santa Clara-a-Velha e de Santa Clara-a-Nova e o parque temático Portugal dos Pequenitos.

Visando facilitar o acesso ao Convento de São Francisco e parque de estacionamento anexo, e o tráfego naquela zona da cidade, a Câmara vai remodelar as condições de circulação automóvel, designadamente repondo os dois sentidos de trânsito nas avenidas João das Regras (acesso direto à Ponte de Santa Clara) e da Guarda Inglesa (acesso à A1 e ao IC2).

A reposição de dois sentidos naquelas artérias é "imprescindível para permitir a entrada e saída (ambas subterrâneas) do estacionamento" do futuro centro de convenções, sustentou o presidente da Câmara, que formalizou, no dia 28 de março, os trabalhos de remodelação do trânsito naquela área.

O empreendimento, adjudicado por cerca de 300 mil euros, com um prazo de execução de 150 dias, envolverá a construção de duas rotundas onde atualmente existem placas triangulares, alargamento de passeios e alterações em passadeiras, ecopontos e iluminação pública, entre outros trabalhos, como plantação de árvores e deslocalização da estátua de Bissaya Barreto.

A Câmara tomou posse administrativa do empreendimento de reabilitação do Convento de São Francisco e construção do centro de convenções no dia 21 de março, na sequência de uma decisão nesse sentido, aprovada por unanimidade pelo executivo municipal quatro dias antes.

A construtora responsável pela obra anunciou, entretanto, que vai "contestar judicialmente" a tomada de posse administrativa do empreendimento, por parte da Câmara Municipal de Coimbra, disse à agência Lusa, no dia 21 de março, Fernando Gouveia, presidente da MRG - Engenharia e Construção, SA.

Consignada em outubro de 2010, por cerca de 23 milhões de euros, a obra envolve, designadamente, além do parque de estacionamento, a construção de um auditório, com mais de 1.100 lugares.

JEF // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Até os patos viraram o pescoço para ver o meteoro passar

O meteoro que pintou de azul e verde os céus de Portugal e Espanha ao final da noite do último sábado, dia 18 de maio, não impressionou só os humanos que o viram. Uma transmissão na plataforma de streaming Twitch mostrou a reação de um grupo de patos à passagem do clarão nos céus.

Governo volta a reunir-se com estruturas da PSP e GNR descontentes com proposta

A ministra da Administração Interna volta esta quinta-feira a reunir-se com os sindicatos da PSP e associações da GNR por causa do suplemento de missão, depois de há uma semana ter apresentado uma nova proposta que desagradou aos polícias.

Está escolhido o novo diretor executivo do SNS

O Ministério da Saúde anunciou esta quarta-feira que escolheu o médico António Gandra d’Almeida para substituir Fernando Araújo como diretor executivo do SNS e adiantou que o tenente-coronel tem uma vasta experiência em emergência médica.