Info

OE2020: Parlamento aprovou proposta do Governo na generalidade

OE2020: Parlamento aprovou proposta do Governo na generalidade
| Política
Porto Canal com Lusa

A Assembleia da República aprovou, esta sexta-feira, na generalidade, a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2020.

Atualizado 10-01-2020 18:11

O PS foi o único partido a votar a favor do orçamento, que mereceu as abstenções do BE, PCP, PAN, PEV, Livre e dos três deputados do PSD eleitos pelo círculo eleitoral da Madeira.

Votaram contra a proposta do Governo o PSD e o CDS-PP, bem como os deputados únicos do Chega e da Iniciativa Liberal.

Com a mesma votação foi aprovada a proposta de Grandes Opções do Plano (GOP) para 2020.

Participaram na votação 229 dos 230 deputados eleitos, de acordo com informação do presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

Um terceiro diploma, o Quadro Plurianual de Programação Orçamental para 2020-2023, foi também aprovado, com a mesma votação.

Apenas os deputados da bancada do partido do Governo, o PS, aplaudiram no momento da aprovação do Orçamento do Estado

O Parlamento inicia já na segunda-feira as audições dos ministros na fase da especialidade do orçamento, que começam com a titular da Saúde, Marta Temido, e terminam com o ministro de Estado e das Finanças no dia 27.

As propostas de alteração na especialidade podem ser entregues até ao próximo dia 27.

Entre os dias 03 e 05 de fevereiro decorrerá a votação na especialidade na comissão de orçamento e finanças.

A votação final global do Orçamento de Estado para o ano em curso está agendada para 06 de fevereiro no plenário da Assembleia da República.

+ notícias: Política

Covid-19: Presidente da República, admite possível "problema europeu" mas sem fecho de fronteiras

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou hoje que o coronavírus Covid-19 pode transformar-se num "problema europeu", dado o aumento de casos em Itália, mas alertou para a impossibilidade do fecho de fronteiras.

Câmara do Porto vai criar um gabinete só para negociar a Descentralização

A Câmara do Porto vai criar um gabinete só para negociar a Descentralização. O tema da transferência de competências voltou a dividir opiniões numa reunião que teve um minuto de silêncio em memória de Pedro Baptista.

Movimentos cívicos pedem transparência ao Governo sobre a exploração de lítio

Dezoito associações e movimentos cívicos das regiões no Norte e Centro afetadas pela eventual prospeção e exploração de lítio entregaram uma Carta Aberta ao Governo com o pedido "urgente para estabelecer transparência e participação pública" no processo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"A Amália Rodrigues mexeu...