Info

Reversão do despacho para exploração de lítio em Montalegre seria "crime", afirma Galamba

Reversão do despacho para exploração de lítio em Montalegre seria "crime", afirma Galamba
| Norte
Porto Canal com Lusa

O secretário de Estado da Energia, João Galamba, disse, esta quarta-feira, que "teria cometido um crime" se tivesse revertido o despacho que aprovou a concessão da pesquisa e exploração de lítio em Montalegre, conforme lhe foi pedido.

O secretário de Estado Adjunto e da Energia falava na falava na Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, na Assembleia da República, numa audição a pedido de vários grupos parlamentares.

"Não se pode interromper um processo administrativo que decorre nos termos da lei, porque alguém diz que 'há marosca'", defendeu o governante.

"O que foi pedido [a reversão do despacho] era uma ilegalidade. Se eu tivesse revertido o despacho aí sim teria cometido um crime", acrescentou, esclarecendo que, nesse caso, estaria a substituir-se a um juiz.

O contrato de concessão de exploração de lítio no concelho de Montalegre, assinado entre o Governo e a Lusorecursos Portugal Lithium, tem estado envolto em polémica e uma das razões apontadas é o facto de a empresa ter sido constituída três dias antes da assinatura do contrato.

+ notícias: Norte

Homem morre ao cair de telhado em Vila Nova de Gaia

Um homem morreu na sequência de uma queda de um telhado, neste sábado, no largo do Bôdo, em Serzedo, Vila Nova de Gaia, apurou o Porto Canal junto das autoridades.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Nasci em Lisboa mas digo sempre vou...

D'Mais

Travelhood - Roteiros na natureza para...