Info

Funcionários de escola em Barcelos fazem greve para exigir reforço do pessoal

| Norte
Porto Canal com Lusa

A Escola Secundária Alcaides de Faria, em Barcelos, está hoje sem aulas desde as 08:00, em resultado de uma greve dos funcionários, que exigem o “urgente” reforço do pessoal, disse um dirigente sindical à Lusa.

Atualizado 08-03-2019 12:36

Segundo Orlando Gonçalves, coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Norte, a greve naquele estabelecimento de ensino do distrito de Braga começou às 08:00 e terminará às 10:30.

“Esta escola tem perto de 1.700 alunos e só conta com 24 funcionários, três dos quais estão de baixa prolongada, por doença”, referiu.

Para o sindicalista, aquele número de funcionários “nem sequer cumpre o rácio da portaria governamental”.

“Pelo rácio, faltam seis, mas para a escola funcionar em condições seriam precisos, pelo menos, dez”, sublinhou.

O responsável lembrou ainda que aquela escola tem ensino noturno, o que desde logo “desvia” dois funcionários para aquele período.

Além disso, os funcionários estão constantemente a ser “desviados” para outras escolas do agrupamento, para suprir carências que vão surgindo.

“Desde 2010, saíram 15 funcionários para aposentação e entraram quatro”, disse ainda Orlando Gonçalves.

Para o líder sindical, o número de funcionários na Alcaides de Faria “é manifestamente escasso” e resulta numa “situação muito complicada” para os que estão ao serviço.

Orlando Gonçalves disse que, em anos anteriores, a escola ainda tinha alguns trabalhadores contratados à hora, os chamados tarefeiros.

“Este ano, nem isso”, lamentou.

+ notícias: Norte

Jovem de 18 anos morre afogada no Gerês

Uma jovem de 18 anos morreu afogada, esta terça-feira, na cascata das Sete Lagoas, em Cabril, no Gerês, apurou o Porto Canal com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Salto.

Atualizado 23-07-2019 17:50

Número de moradores do prédio Coutinho desce de nove para sete

A VianaPolis informou esta terça-feira à Lusa ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde, segundo aquela sociedade, ainda permanecem sete pessoas em cinco frações.

Limitação de auxílio na aterragem no aeroporto do Porto obriga ao desvio de 10 voos 

10 voos tiveram que ser desviados do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, na passada sexta-feira, tudo porque o aeroporto tem apenas um aparelho de auxílio à aterragem em caso de nevoeiro. Os aeroportos de Lisboa e de Faro têm dois aparelhos, isto apesar de serem cidades com muito menos dias de novoeiro do que a cidade 'invicta'. 

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.