Duarte de Bragança vai a São Tomé doar casa a estudantes desfavorecidos

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 fev (Lusa) - O herdeiro da Casa Real Portuguesa, Duarte Pio, vai na próxima semana a São Tomé e Príncipe doar uma residência para estudantes que moram longe e inteirar-se da ajuda que pode ser dada ao desenvolvimento da agricultura.

"A Fundação Dom Manuel II vai comprar uma casa para servir de alojamento para estudantes que vêem do interior e não têm onde ficar, e ficam hospedados nesta casa, que dá para 20 estudantes", disse Duarte Pio à Lusa.

A ida do herdeiro da Casa Real a São Tomé surge no seguimento de anteriores projetos já desenvolvidos nas áreas da formação profissional e de investigação científica em Timor, Angola e Guiné.

"Para além de ajudar a desenvolver uma agricultura familiar mais sustentável para potenciar a produção de produtos alimantares e proteger a floresta, vou estudar a hipótese de fazer um curso de formação rural para jovens são-tomenses", disse Duarte Pio,

Durante a viagem, está também prevista uma visita ao Presidente da República e deslocações a campos de cacau, uma das maiores fontes de receita do país: "A agricultura decaiu muito a seguir à independência, desorganizou-se muito, e hoje há um esforço muito grande para recuperar, feito por algumas empresas internacionais de chocolate, mas há muito trabalho para fazer, e daí a importância da formação dos jovens agricultores, mas os contornos dessa ajuda têm de ser aferidos no local", concluiu.

MBA // PJA

Lusa/Fim

+ notícias: País

EuroDreams sem totalistas mas com um prémio de dois mil euros por mês durante cinco anos

Não se registaram totalistas no sorteio desta quinta-feira do Eurodreams, contudo houve um apostador estrangeiro que conseguiu o segundo prémio, em que são distribuídos 2.000 euros por mês ao longo de cinco anos.

Ameaça de bomba na sede do Chega em Lisboa

O edifício da sede do Chega, em Lisboa, foi esta quinta-feira evacuado depois de um homem ter entrado alegando ter uma bomba, confirmou à Lusa a PSP, que o intercetou e ativou o centro de inativação de explosivos.

Porta 65 Jovem deixa de exigir apresentação prévia de contrato de arrendamento 

As candidaturas ao programa Porta 65 Jovem vão deixar de exigir a apresentação prévia de contrato de arrendamento e vão passar a poder ser feitas com três recibos de vencimento, em vez dos atuais seis, anunciou esta quinta-feira o Governo.