Investigador português Miguel Araújo recebe 5.ªfeira em Espanha Prémio Rey Jaime I

| País
Porto Canal com Lusa

Évora, 23 nov (Lusa) -- O investigador português Miguel Araújo, da Universidade de Évora, recebe o prémio Rey Jaime I de Proteção do Meio-Ambiente, na quinta-feira, em Valência (Espanha), pelo estudo dos efeitos das alterações climáticas na biodiversidade, revelou hoje a academia alentejana.

A entrega dos Prémios Rey Jaime I 2016, que distingue igualmente investigadores de outras áreas do conhecimento, está marcada para as 11:30 (hora espanhola, menos uma em Portugal), numa cerimónia presidida pelo rei de Espanha, Filipe VI.

O Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO) da Universidade de Évora, onde Miguel Araújo lidera um grupo de investigação, revelou hoje à agência Lusa que o português "é o primeiro investigador não espanhol" a ser distinguido com este galardão, que inclui uma medalha de ouro e um prémio monetário de 100 mil euros.

Miguel Bastos Araújo é investigador coordenador do Conselho Superior de Investigação Científica de Espanha e investigador convidado na Universidade de Évora, onde, além de liderar um grupo do CIBIO, é titular da Cátedra Rui Nabeiro - Biodiversidade.

"Este é um reconhecimento, não só para mim, mas também para os meus alunos e colaboradores. É uma honra e um forte incentivo para continuar a investigar as conexões entre o sistema climático e o sistema biológico e as implicações que estas conexões podem vir a ter para o futuro da vida no planeta", disse o investigador, citado pelo CIBIO.

O júri da 28.ª edição dos prémios, segundo o centro de investigação da academia alentejana, elegeu Miguel Araújo por considerar os resultados da sua investigação como "fundamentais" para o estabelecimento dos "padrões de modelagem atuais que predizem as mudanças na biodiversidade ao longo do tempo e no espaço".

Esta escolha, continuou, "valorizou a importante contribuição" do português "para o desenvolvimento de modelos de previsão da distribuição de espécies e sua aplicação em metodologias de conservação da biodiversidade que sejam robustas aos efeitos negativos das alterações climáticas".

Além da Proteção do Meio-Ambiente, os Prémios Rey Jaime I são atribuídos, anualmente, nas categorias de Economia, Empreendedorismo, Investigação Básica, Investigação Médica e Novas Tecnologias.

Autor de mais de 180 artigos científicos sujeitos a revisão interpares e de mais de uma dezena de livros e capítulos em livros, Miguel Araújo é o único investigador português identificado pela Thomson Reuters como "Highly Cited" na categoria de ecologia e ambiente (2014, 2015, 2016), destacou o CIBIO.

Tendo já recebido diversos prémios internacionais, o investigador coordenou e participou ainda "em dezenas de projetos científicos internacionais na área dos impactes das alterações climáticas".

"Foi responsável pela produção de relatórios sobre os efeitos das alterações climáticas na biodiversidade para os governos de Espanha e Portugal e dirigiu o relatório sobre as consequências das alterações climáticas nas áreas protegidas europeias, a pedido do Conselho da Europa", acrescentou o centro de investigação.

RRL // MLM

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais de 80% dos jovens diplomados têm emprego 3 anos após concluírem estudos

Cerca de 82% dos diplomados entre os 20 e 34 anos têm emprego três anos após concluírem o ensino secundário ou superior, segundo um relatório divulgado esta terça-feira que confirma as vantagens salariais associadas à maior formação académica.

Registados problemas em cartões da rede móvel da MEO

Alguns cartões de clientes da rede móvel da MEO estão a registar na manhã desta terça-feira alguns constrangimentos, disse à agência Lusa fonte da operadora de comunicações de voz do grupo Altice, sem adiantar mais pormenores.

Portugal lidera na Europa... no aumento do preço do azeite

O preço do azeite subiu em janeiro 69% em Portugal, registando o maior aumento homólogo do produto, que na média da União Europeia (UE) aumentou 50%, segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Eurostat.